Polícia prende acusados pelo roubo e assassinato de sargento da PM, três deles estavam cometendo outro assalto

roubo e assassinato de sargento da PM 3

Estão presas seis pessoas acusadas de envolvimento no latrocínio do sargento da Polícia Militar, Afonso Camacho Dias, 44, no dia 17 de julho deste ano. A coletiva de imprensa foi realizada na sede da Delegacia Geral, no bairro Dom Pedro, zona Centro-Oeste de Manaus.

roubo e assassinato de sargento da PM 5A investigação foi conduzida pelo delegado titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), Adriano Felix, em parceria com o Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) da Polícia Civil, além do Departamento de Inteligência da Polícia Militar.

Os trabalhos foram realizados em cumprimento a mandados de prisão temporária, expedidos pela juíza plantonista Eurinete Tribuzy e pela juíza da 5ª Vara Criminal Andrea Jane Silva de Medeiros, pelos crimes de latrocínio e organização criminosa.

Fabrícia Alves da Costa, 26, conhecida como “Biti”, Marcelo Augusto de Freitas Cabral Santos, 18, o “Gordinho” e Sérgio Silva de Sales, 34, conhecido como “Soró”, foram presos na última terça-feira, 4. Eles foram flagrados pela equipe de investigação da Derfd quando tentavam roubar um depósito de uma loja de eletrodomésticos e eletrônicos, na Rua Almir Pedreiras, no bairro Raiz, zona Sul.

De acordo com Adriano Felix, Fabrícia e Marcelo arquitetaram o roubo que resultou na morte do sargento Camacho. Eles estiveram, segundo Felix, observando dias antes do crime os saques que a vítima costumava fazer na agência bancária. Na ocasião, a dupla de atiradores que continua foragida levou R$ 60 mil.

O técnico em refrigeração Alex Sandro Santos de Castro, 26, o motorista Carlos Thiago Teixeira da Silva, 26, e o mototaxista Luiz Paulo do Nascimento, 27, foram presos na quinta-feira, 5, em pontos distintos da cidade.

O grupo se organizou em três veículos para efetuar a ação: um Gol cinza, de placas JXQ-1846, onde estavam Fabrícia, Alex, Sérgio e outros dois outros infratores ainda não localizados. Um deles foi identificado como Kelvin Gamenha Peixoto. Ele e outro envolvido ainda não identificado são os responsáveis pelos disparos que vitimaram o sargento.

O delegado relatou ainda que, no momento do fato, Luiz Paulo e Thiago estavam em um carro modelo Montana, cor vinho, de placas JXY-9862 e Marcelo conduzia um Etios, cor branca, de placas NOS-3542, dando suporte à ação. Os três veículos chegaram horas antes da entrada do sargento na agência bancária.

“As imagens das câmeras de segurança da agência bancária e do Ciops foram preponderantes para que realizássemos as prisões dos seis indivíduos. Por meio dessas imagens identificamos os veículos utilizados na ação criminosa, que foram todos apreendidos. A partir daí, chegamos a essas pessoas”, disse o delegado.

Felix ressaltou que as investigações iniciaram logo após o crime. “Contamos com o auxílio do DRCO da Polícia Civil e do Departamento de Inteligência da Polícia Militar. O apoio foi essencial para a elucidação do crime que vitimou o sargento Camacho. As diligências irão continuar para prender Kelvin e o outro, cuja identidade está sendo averiguada”, pontuou a autoridade policial.

roubo e assassinato de sargento da PM 4O delegado geral Orlando Amaral ressaltou a eficiência da investigação na elucidação do caso. “O crime que vitimou o sargento Camacho está totalmente esclarecido pela Derfd, em conjunto com o DRCO, que realizaram um grande trabalho dando resposta ao crime e à sociedade. Já temos informações da localização dos últimos dois envolvidos na ação, e logo iremos efetuar as prisões deles”, declarou Amaral.

Roubo tentado

roubo e assassinato de sargento da PM 6

Ainda na coletiva de imprensa, o delegado Adriano Felix apresentou Anderson da Silva Brandão, 34, Éder Ramos Palheta, 28, e Maicon Pereira Xavier, 22, presos em flagrante por volta de 16h do dia 4 de agosto, juntamente com Fabrícia, Marcelo e Sérgio, quando tentavam roubar um depósito de uma loja de eletrodomésticos e eletrônicos.

roubo e assassinato de sargento da PM 2Com o grupo, os policiais apreenderam uma pistola 380 e um revólver calibre 38. Anderson, Éder e Maicon, além de Fabrícia, Marcelo e Sérgio, foram autuados pelo crime de roubo majorado tentado.

Ao término dos procedimentos cabíveis, realizados na sede da Derfd, Alex, Carlos, Luiz Paulo, Marcelo, Sérgio, além de Anderson, Éder e Maicon serão encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus, onde ficarão à disposição da Justiça.

Fabrícia será encaminhada ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), localizado no quilômetro 8 da BR-174.