Policial militar aposentado é preso acusado de ter executado homem em via pública

policial 1

policial 2O Delegado Titular Paulo Martins, e Adjunta, Sancha Sodré, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), coordenaram no início da tarde desta quinta-feira (10), uma ação policial que resultou na prisão do policial militar aposentado Francisco Marques dos Reis, 48. Ele é suspeito de envolvimento no homicídio de Jefferson Pytter da Costa Silva, 22, ocorrido em 2 de abril deste ano, no bairro Monte das Oliveiras, na Zona Norte de Manaus.

O PM aposentado foi preso por volta das 12h40, em frente a sua residência situada na rua Jeribá, bairro Terra Nova, na mesma zona, em cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedido na quarta-feira (9), pela juíza Mirza Telma de Oliveira Cunha, da 1ª Vara do Tribunal do Júri.

A vítima foi morta em frente a uma casa na rua Eurípedes, no bairro Monte das Oliveiras, após ter saído de um culto religioso. Testemunhas contaram que quatro homens armados, se identificando como policiais abordaram Jefferson e um grupo de pessoas que o acompanhavam em plena rua. Em seguida, ordenaram que todos deitassem no chão e, ao identificar a vítima, efetuaram vários disparos contra ele, atingindo as costas, a cabeça e o peito, morrendo na hora.

“A vítima já tinha passagem na polícia por tráfico de drogas e suposto envolvimento em três homicídios, que estão sendo investigados pela DEHS”, informou o Delegado Titular, Paulo Martins.

policial 3Com Francisco foram apreendidos um revólver calibre 38, um colete balístico e algemas. A arma está com documento de porte vencido e por ter sido preso em frente à própria casa, em via pública, portando arma, será autuado em flagrante por porte ilegal de arma de uso permitido (artigo 14 da Lei nº 10.826/03).

Em depoimento, Francisco negou qualquer participação no crime. “A arma apreendida com ele será encaminhada à perícia para comparação balística e verificarmos se esta foi a mesma utilizada no crime”, informou a Delegada Adjunta, Sancha Sodré.

O PM foi indiciado por homicídio (artigo 121 do CPB) e será recolhido ao Batalhão de Guarda da Polícia Militar, onde ficará à disposição da justiça.