Polo Industrial de Manaus fatura R$ 65 bilhões em oito meses 

De janeiro a agosto deste ano, o Polo Industrial de Manaus (PIM) faturou R$ 65,08 bilhões, volume que representa alta de 7,53% frente ao ano passado. O bom desempenho foi impulsionado por segmentos Eletroeletrônico, Bens de Informática do Polo Eletroeletrônico, Duas Rodas, Termoplástico e Metalúrgico. 

Entre os principais produtos fabricados pelo PIM que apresentaram incremento na produção no período de janeiro a agosto deste ano, destaque maior para aparelhos condicionadores de ar do tipo split system, com 2,5 milhões de unidades produzidas e crescimento de 50,42%; telefones celulares, com 9,7 milhões de unidades produzidas e crescimento de 0,26%; motocicletas, motonetas e ciclomotores, com 744,7 mil unidades produzidas e crescimento de 5,6%; bicicletas, com 594,9 mil unidades produzidas e crescimento de 19,74%; e televisores com tela de cristal líquido, com 8,5 milhões de unidades produzidas e crescimento de 3,98%.

A lista inclui, ainda, itens como autorrádio e aparelhos reprodutores de áudio (+7,63%), câmeras fotográficas digitais (+41,41%), fornos microondas (+10,08%), aparelhos receptores de posicionamento global por satélite – GPS (+6,14%) e aparelhos de barbear (+61,47%).

Emprego

O balanço também mostrou que o PIM teve alta na geração de empregos no mês de agosto, quando contou com 87.027 vagas ocupadas nas fábricas, entre trabalhadores efetivos, temporários e terceirizados.  A variação positiva foi de 0,46% (mais 397 postos de trabalho) em relação ao mês de julho. No intervalo de janeiro a agosto, a média mensal de empregos ficou definida em 86.535 trabalhadores.

Os dados são da Superintendência da Zona Franca de Manaus, divulgados nesta quinta-feira (7).