População do Manoa recebe Wilson Lima de braços abertos

A população do Manoa, localizado na zona Norte de Manaus, recebeu de braços abertos os candidatos ao Governo do Amazonas, Wilson Lima (PSC) e o vice, defensor público Carlos Almeida, e o candidato ao senado, deputado estadual Luiz Castro, na manhã desse sábado (8).

Na avenida Francisco Queiroz, principal via de acesso para o conjunto, moradores, vendedores e comerciantes reduziram o ritmo intenso para ouvir as propostas da coligação “Transformação por um novo Amazonas”.

Alisson Batalha da Silva, auxiliar no varejão, interrompeu suas atividades para abraçar calorosamente o homem que representa sua esperança de um futuro digno para ele, sua mãe e dois irmãos.

“O homem que como jornalista fez muito, agora, eu deposito nele a esperança de que possa fazer mais. Quando ele saiu daquele partido que não pensava no povo em primeiro lugar, vi que ele era diferente. Ele vai ter o meu voto e de toda a minha família”, declarou o jovem sorridente, que aos 18 anos ajuda na complementação da renda familiar.

A vendedora Francinete ficou sem palavras ao se deparar com Wilson Lima na loja de eletrodomésticos onde trabalha. Fez uma foto para mostrar aos parentes do interior que o seu candidato é um homem do povo, que defende os interesses dos humildes.

“Nós queremos mudança. Por isso, vamos votar no Wilson. Eu vim do interior aventurar na capital. Foi difícil, mas consegui me tornar uma boa profissional nestes dez anos. Meus primos não tiveram a mesma sorte. Como não possuem um bom currículo, nem conhecem ninguém importante, não conseguem se fixar aqui e continuam desempregados em São Paulo de Olivença, Tabatinga e Benjamin Constant. Outros governadores prometeram e nada fizeram. Tá na hora de dar um voto de confiança para o novo”, Francinete dos Santos Moreira.

“A falta de ocupação, de renda, afeta a autoestima, rouba a esperança de quem mal entrou na idade produtiva e de quem, mesmo com uma experiência valorosa, não consegue uma colocação, mesmo espalhando currículos de norte a sul. O programa Jovem Aprendiz vai priorizar as vagas de estágio no poder público estadual para filhos e filhas de famílias de baixa renda. Além disso, órgãos como o Cetam vão oferecer grade de cursos compatíveis com as demandas de mercado. De pouco adianta oferecer cursos de corte e costura, se as empresas querem contratar mecânicos, por exemplo”, explicou Wilson Lima.

Matéria de responsabilidade da assessoria do candidato