População irada com o governador por causa do fechamento do comércio ateia fogo em A Crítica (ver vídeos)

Este sábado, 26 de dezembro, foi marcado por manifestações em vários pontos da cidade contra o governador do Estado, Wilson Lima, por causa do decreto assinado por ele determinando o fechamento do comércio em geral, mantendo apenas serviços essenciais como supermercados e farmácias.

Uma das ocorrências que deixou visível o nível de tensão que tomou conta de Manaus, foi o fato dos manifestantes atearem fogo em frente a Cidade das Comunicações, onde fica o jornal, o portal e a TV A Crítica, emissora onde Wilson Lima trabalhava antes de ser eleito governo. Os proprietários dos veículos de comunicação de A Crítica são aliados do governador, têm empresas pagas pelo governo do Estado e defendem a atual administração estadual.

O fogo quase atinge o prédio, mas a polícia e os bombeiros chegaram antes que isso acontecesse. Um verdadeiro aparato policial foi deslocado para o local com homens da Rocam, da Polícia Civil, Batalhão Ambiental e até o Comando de Operações Especiais da Polícia Militar. Os manifestantes foram dispersados com balas de borracha e um homem ficou ferido nas costas e na perna.