Possível candidatura de Temer à reeleição atrapalha planos de Meirelles

O ministro da Fazenda Henrique Meirelles vê os seus planos de disputar a presidência da República em outubro recuarem com uma possível candidatura à reeleição do presidente Michel Temer. Meirelles quer concorrer ao Planalto pelo MDB como nome do governo.

No caso de decidir se candidatar, o ministro teria de deixar o cargo até abril e se filiar ao partido de Temer, já que não tem apoio da sua legenda atual, o PSD. Hoje, Meirelles tem na parceria com o Planalto a única alternativa para tentar deslanchar a sua candidatura.

Tanto o ministro quanto o presidente estão impopulares entre os eleitores. Segundo pesquisa Datafolha, ambos possuem apenas entre 1% e 2% das intenções de voto. A dupla apostava na recuperação econômica do país para impulsionar a popularidade, o que ainda não aconteceu.

O peemedebista e seus aliados mais próximos, de acordo com o jornal, afirmam que maio seria a data ideal para decidir o rumo do Planalto nas eleições. A data inviabilizaria a participação de Meirelles.

Ainda segundo pessoas próximas a Temer, o presidente quer melhorar a popularidade neste último ano de governo apenas para “se redimir”, mas não deve se candidatar.

Fonte: Notícias ao Minuto