Problemas com Amazonas Energia lideram reclamações na Zona Norte de Manaus

blank

Fotos: Mauro Smith

Os problemas contra a Amazonas Energia representaram 60 % das reclamações dos consumidores da Zona Norte de Manaus, durante a 2ª edição do Balcão do Consumidor, promovido, nesta sexta-feira(31), pela Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (CDC/Aleam). Na ação de hoje, foram oferecidos serviços de orientação jurídica e abertura de reclamações relacionadas ao consumo.

A cobrança indevida feita pela concessionária foi a número um do ranking.  É o caso do carreteiro aposentado carreteiro aposentado Raimundo Pereira Barbosa. O consumidor se queixou do valor da conta  que, segundo ele, “está alto demais”.

“A minha conta de luz está dando muito alta. Inicialmente, a empresa cobrava uma taxa mínima de R$ 35. Até aí, tudo bem. Mas, do nada, começou a aumentar mês a mês. Primeiro veio R$ 127, depois R$ 300 e a última é de R$ 697. Eu não tenho condições de pagar. Sou aposentado e vivo da minha aposentadoria de um salário mínimo. Procurei a Comissão e estou confiante que conseguirei resolver meu problema”, afirmou Raimundo, que deixou o local com um encaminhamento para audiência conciliatória com a concessionária Amazonas Energia, agendada para o dia 8 de setembro.

Com a perspectiva de resolver um problema que já dura um ano, a aposentada Amélia Lopes dos Santos também buscou atendimento no Balcão do Consumidor.

“Amanhã faz um ano que tento resolver uma cobrança indevida no meu cartão de crédito. Já procurei tanto a operadora do cartão quanto a empresa Decolar.com, mas eles não me dão retorno e a cobrança tem sido insistente na minha fatura. Eles alegam que estão cobrando juros. Mas como pode juros parcelados em 11 vezes no valor de R$ 596? Estou com esperança de me livrar desse problema com o auxílio da Comissão”, ressaltou a aposentada, que irá aguardar pela audiência de conciliação, via Whatsapp, com a participação de todas as partes envolvidas.

De acordo com dados da CDC/Aleam, em apenas quatro horas de ação, mais de cem atendimentos foram realizados pelas equipes do órgão de defesa do consumidor. Deste total, a maioria é referente à cobranças indevidas e à má prestação de serviço público como energia elétrica, seguida de água, telefonia e internet.

Na avaliação do presidente da CDC/Aleam, deputado estadual João Luiz (Republicanos), esse projeto coloca a equipe da Comissão à disposição da população.

“É um serviço que a CDC/Aleam tem prestado para dar voz àquelas pessoas que, em meio à pandemia, não tem a quem recorrer. Por isso, estamos aqui para poder intermediar, junto às empresas e prestadoras de serviços públicos, uma solução que beneficie as duas partes, principalmente, que garanta os direitos do consumidor”, enfatizou João Luiz.

Projeto

Por conta da suspensão das atividades presenciais na Casa Legislativa, devido à pandemia da Covid-19, o Balcão do Consumidor foi concebido pela CDC/Aleam para levar a bairros e comunidades de Manaus atendimento e orientação jurídica relacionados à questões consumeristas. A ação é realizada seguindo todos os protocolos sanitários e de saúde, com obrigatoriedade do uso de máscaras e disponibilidade de álcool em gel para higienização.

(*) Informações da assessoria