Pré-candidato a deputado estadual, apresentador da TV A Crítica faz sorteio de rancho durante festa no União da Vitória (ver vídeo)

Mário César Filho é filiado ao partido União Brasil, mesma sigla do governador Wilson Lima

Foto: Reprodução

Repetindo os passos de Wilson Lima (União Brasil), que de apresentador de programa da TV A Crítica virou governador do Estado, o apresentador do programa Alô Cidade – anteriormente chamado de Alô Amazonas – e pré-candidato a deputado estadual nas eleições estaduais deste ano, Mário César Filho, foi flagrado fazendo sorteios e distribuindo cestas básicas na comunidade União da Vitória, bairro Tarumã, zona Oeste de Manaus, nessa quarta-feira (13).

O apresentador postou imagens de sua participação no evento em suas redes sociais mas, por motivos óbvios, não mostrou a atitude reprovável, tanto no sentido eleitoral, quando no sentido moral de fazer sorteio de comida e a entrega de rancho para famílias carentes. Na denúncia, o seguidor do Radar diz que os ranchos fazem parte supostamente de programas de segurança alimentar do governo de Wilson Lima, ou seja, foram comprados com dinheiro público. Já a associação afirma que as cestas básicas foram “doações feitas pela comunidade”.

O pré-candidato é identificado como “convidado especial” de um bingo promovido pela Associação de Moradores da Comunidade União da Vitória (AMCUV). Conforme as imagens enviadas ao Radar Amazônico, Mário César Filho aparece dançando no palco, interagindo com o público e entregando cestas básicas.

Vale ressaltar que Mário César Filho é filiado ao partido União Brasil, mesma sigla de Wilson Lima. Atualmente, ele é apresentador do programa ‘Alô Cidade’ (que antes era chamado de ‘Alô Amazonas’), onde o governador ganhou notoriedade ao fazer discursos defendendo os direitos da população amazonense.

Alguns internautas criticaram o apresentador:“Entrou como Jornalista, sabia que se passasse 2 anos na Tv já iria conseguir ganhar uma eleição porque o povo é burro. Wilson Lima 2.0”, disse uma internauta.

Talvez ele não tenha percebido, mas o apresentador do ‘Alô Cidade’ não seguiu a legislação eleitoral. Segundo a Lei n.º 9.504/97, no artigo 73, inciso IV, diz que fazer ou permitir uso promocional em favor de candidato, partido político ou coligação, de distribuição gratuita de bens e serviços de caráter social custeados ou subvencionados pelo Poder Público é considerada “ação vedada”.

Recentemente, durante a filiação do governador ao partido União Brasil, na quadra da Mocidade Independente de Aparecida, Mário César Filho “surfou na crista da onda” posando como candidato a deputado estadual tirando fotos com as pessoas que estavam no local.

Interferência em Coari

A distribuição de bens e serviços pagos com dinheiro público de forma ostensiva estão acontecendo desde o ano passado. Em 2021, em pleno processo eleitoral suplementar em Coari (a 352 quilômetros de Manaus), Wilson Lima distribuiu rancho como forma de beneficiar o então candidato à prefeito do município, Robson Tiradentes Jr (PSC).

Na época, o Radar Amazônico recebeu a denúncia que uma embarcação, alugada pelo Governo do Amazonas por mais de meio milhão de reais, que trazia cestas básicas e cartões do Auxílio Estadual Permanente, deixando clara a intenção de interferir na eleição em favor do candidato do governador.

Apesar da tentativa de interferir no pleito eleitoral de Coari, o candidato de Wilson Lima ficou em segundo lugar, perdendo para o prefeito Keitton Pinheiro.

Confira o vídeo de Mário César Filho