Pré-candidatos a vereador e prefeito dão início a primeira estratégia de baixaria eleitoral de 2016

Nilmar e Silas

O deputado estadual Wanderley Dallas (PMDB) contou ao Radar, nesta terça-feria (19), que está circulando hoje pelas redes sociais (Facebook e WhatSapp) uma mensagem enviada por um pré-candidato a vereador de Manaus, que recomenda aos eleitores não votar em candidatos dos partidos PMDB, PP, PDT e PR. A mensagem, escrita de forma raivosa e preconceituosa, pede para os eleitores não votar em candidatos de partidos envolvidos nas delações da operação Lava Jato.

Após a mensagem ter circulado durante toda a manhã desta terça-feira, descobriu-se que o autor do texto é o pré-candidato a vereador, pastor Nilmar Oliveira, do PRB. Também foi descoberto que o texto foi distribuído sob a ordem do pré-candidato a prefeito de Manaus pelo PRB, Silas Câmara.

“O texto é uma clara demonstração de falta de ética na campanha eleitoral, que sequer começou oficialmente. É uma ação suja, orquestrada pelo pastor Nilmar Oliveira e pelo deputado federal Silas Câmara, que tentam enganar os eleitores e tirar proveito da situação”, classifica Dallas, acrescentando: “os meios de comunicação, entre eles as mídias sociais, devem ser usados politicamente para a troca de ideias e propostas dos pré-candidatos a vereador e prefeito de Manaus. Sem ataques sujos e covardes como o que aconteceu hoje”.

O deputado lembrou que, se a intenção dos pré-candidatos Nilmar Oliveira e Silas Câmara é chamar atenção dos eleitores para casos de corrupção envolvendo partidos políticos, não podem deixar de lado o Partido Republicano Brasileiro (PRB). “Partido que não tem uma história, e sim uma folha corrida”, ressalta o parlamentar.