Prefeita de Ipixuna compra combustível suficiente para mais de mil viagens de carro de Manaus a São Paulo

A prefeita de Ipixuna vai gastar mais de R$ 3 milhões com combustíveis, segundo publicação no Diário Oficial dos Municípios do Amazonas

ipixuna combustíveis

Foto: Reprodução

A prefeita de Ipixuna (a 1.363 quilômetros de Manaus), Maria Oliveira (PSDB), vai gastar R$ 3,1 milhões na compra de combustíveis para “atender as necessidades básicas” das secretarias e os demais órgãos ligados à prefeitura do município. O valor da aquisição foi publicado no Diário Oficial dos Municípios do Amazonas, dessa segunda-feira (11). (Confira documento ao final da matéria).

De acordo com o documento, a prefeita de Ipixuna adquiriu itens como gasolina comum, óleo diesel comum e graxa. Se considerarmos o valor do litro da gasolina comum ao preço médio ofertado em Manaus, de R$ 7,29 o litro, a prefeita poderia comprar cerca de 411 mil litros de gasolina, combustível suficiente para rodar mais de 4 milhões de quilômetros, ou seja, mais de mil viagens de carro de Manaus a São Paulo.

Contudo, o período que os combustíveis serão adquiridos e quais necessidades que serão atendidas não foram especificadas na publicação oficial.

A empresa Estrela de Ipixuna Comércio de Combustíveis Eireli — EPP foi contratada pela prefeitura para fornecer os combustíveis. Inscrita no CNPJ 31.403.410/0001-07, a empresa é administrada por Moisés Teixeira Tavares de Souza e fica localizada na rua Domingos Barroso, região central de Ipixuna.

Em consulta ao site da Receita Federal, a empresa tem como principal atividade o comércio varejista de combustíveis para veículos automotores. A Prefeitura de Ipixuna não se manifestou, até o momento, sobre a aquisição.

O Radar ainda tentou contato com a prefeita, mas não obteve retorno.

Gastos

Essa não é a primeira vez que a prefeita de Ipixuna gasta com combustíveis. Conforme noticiado pelo Radar Amazônico, em janeiro deste ano, Maria Oliveira gastou R$ 508 mil, ou seja, quase R$ 1 milhão, para comprar óleo diesel. A compra do combustível teve como intuito “suprir as necessidades da Secretaria Municipal de Produção e Abastecimento da Prefeitura de Ipixuna”.

Na época, a empresa Estrela de Ipixuna Comércio de Combustíveis Eireli — EPP também foi contratada para fornecer o combustível à prefeitura do município. Porém, as necessidades não foram especificadas no Diário Oficial.

Um levantamento feito pelo Radar Amazônico aponta que, somente em 2022, ela já gastou mais de R$ 3,6 milhões na compra de combustíveis.

Diário Oficial 

Ata de Registro de Preços

Cadastro da empresa