Prefeita interina de Coari vai gastar cerca de R$ 5 milhões com combustíveis

Foto: Reprodução

A prefeita interina de Coari (município distante 363 km de Manaus), Maria Ducirene da Cruz Menezes, conhecida popularmente na cidade como “Irmã Dulce”, que é tia do ex-prefeito Adail Filho, vai gastar R$ 4,8 milhões (quatro milhões e oitocentos mil reais) em combustíveis. A justificativa para o contrato milionário segundo extrato de contato que está publicado no Diário Oficial dos Municípios do dia 17 de março, é para atender as necessidades das “secretarias executivas do município de Coari” (veja documento no final da matéria).

De acordo com o documento, a empresa contratada é a A.S de Oliveira Comercio de Combustíveis, que deverá fornecer gasolina tipo comum, óleo diesel s-10 e lubrificantes para abastecimento dos veículos oficiais da Prefeitura por 12 meses. Vale ressaltar, que o gasto milionário é feito pelo governo interino que está transitoriamente na prefeitura enquanto não é cumprida ordem da Justiça Eleitoral de novas eleição naquela cidade.

No documento não consta o CNPJ da empresa, mas ao pesquisar pelo nome na Receita Federal, foi descoberto que o valor de R$ 4,8 milhões será pago ao empresário Marconi Ferreira Juca, e que a empresa está situada no bairro Samuel Amaral, em Coari.

O gasto de combustíveis com dinheiro público ocorre justamente no momento em que Coari lidera a lista de municípios com mais casos de Covid-19. De acordo com os dados da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), o município acumula 9.152 casos de Covid-19. Coari é o quarto município com mais mortes por covid-19, totalizando 195 vítimas da doença.

A reportagem do Radar enviou e-mail para a Prefeitura de Coari e fez contato com o secretário de Comunicação do município pelo WhatsApp (92) 992xx – 9881, para questionar sobre esses gastos com combustíveis e para saber a aplicação desta gasolina, mas até o fechamento desta matéria não obteve resposta.

Cadastro da Empresa A. S. de Oliveira no site da receita federal

Veja a publicação na íntegra