Anúncio Advertisement

Prefeito anuncia reajuste salarial de servidores

O prefeito Arthur Neto (PSDB) assinou, na tarde desta quinta-feira (26), um termo que será enviado para a Câmara Municipal de Manaus (CMM) como Mensagem Governamental para que a data base 2017 dos servidores públicos sejam pagas a partir de 1º de janeiro de 2018. As categorias beneficiadas serão as de educação (Semed), saúde (Semsa), finanças (Semef), procuradoria (PGM), trânsito (Manaustrans) e transportes (SMTU).

De acordo com o secretário de finanças do município, Lourival Praia, esse foi um ano de recuperação após perdas da economia em todo o Brasil. Ele ressaltou que a prefeitura não conseguiu pagar a data base dos servidores neste ano, mas destacando o trabalho do prefeito, ele afirmou que será possível fazer isso no próximo ano.

O secretário explicou que o reajuste anunciado por Arthur vai de 4% a 6,5%, dependendo dos servidores. Segundo ele, a prefeitura já projeta que a data base de 2018 seja reajustada em 3% – porcentagem menor, pois, conforme Lourival, a inflação será menor -, o que representa mais de 20 milhões. “Esses valores estão dentro do limite da responsabilidade fiscal. Nós estamos conseguindo isso graças a gestão fiscal do prefeito”, disse Praia ao ressaltar que mais de 28 mil funcionários serão beneficiados.

Arthur Neto afirmou que em 2017 a crise financeira exigiu muito da prefeitura, porém, ele comemorou que os indicadores econômicos mudaram de feição e a economia parou de cair.

“Hoje estou passando de maneira formal as datas base da prefeitura. Cumprindo um dever da nossa consciência e ressaltando que é dessa forma que age um governo correto, trabalhando no limite da responsabilidade fiscal. A cidade está bem e escolhe empréstimos que interessam. Nós somos procurados e analisamos o que é melhor. Isso tudo por ter uma gestão fiscal firme. Estamos caminhando com cuidado e sem demagogia. Não damos abono, mas sim trabalhamos com promoções de carreira”, afirmou.

O prefeito destacou que em 2018 vai procurar atender as categorias não específicas do município como os servidores da Seminf, Semmasdh, Semjel, Semmas e Fundação Dr Thomas, elaborando uma data base, plano de cargos e carreiras e melhorando as aposentadorias.

O chefe do Executivo disse ainda que não existem pendências de ordem fiscal na prefeitura. Segundo ele, se hoje a prefeitura for passada para outra pessoa ela seria entregue com tudo pago em dia e que nunca atrasou o 13° salário. Ele ressaltou ainda, que esperar trabalhar em parceria com o governador Amazonino Mendes (PDT).

“Meu coração diz que a indiferença estadual que sofremos por muito tempo acaba agora com o compromisso do governador Amazonino. Meu governo não está aqui para quebrar galho. Estou aqui para trabalhar e valorizar os servidores. Aqui já se planeja de 2018 a 2030, dando passos seguros. Estamos fazendo isso porque podemos e não por pressão”, disse.

Conforme o Arthur o governador está buscando um empréstimo de R$ 300 milhões e, segundo ele, Amazonino teria firmado o compromisso de repassar a prefeitura de Manaus R$ 100 milhões para obras de infraestrutura. O prefeito disse também que planeja uma reforma profunda na prefeitura que vai impactar a administração pública.

O presidente da CMM, vereador Wilker Barreto (PHS), afirmou que recebe com alegria uma agenda positiva de reajuste de categoria. “A CMM com uma singela contribuição teve um projeto com o teor igual e aprovamos os reajustes dos servidores da Casa. O modelo praticado hoje pela prefeitura é adotado pela Câmara. O projeto vai tramitar de forma célere e até o final de novembro vamos devolvê-lo para a sanção do prefeito”, completou.