Prefeito de cidade em GO agride homem com garrafa em briga de bar (ver vídeo)

Prefeitura de Divinópolis

O prefeito do município de São Domingos, que fica a cerca de 570 km da capital goiana, Cleiton Martins (DEM), se envolveu em uma briga de bar na madrugada desse domingo (10/10). O caso aconteceu na cidade vizinha, Divinópolis. Martins agrediu um jovem com uma cadeira e uma garrafa após uma troca de agressões físicas.

A vítima foi o estudante de Direito Robert Moreira, de 23 anos, que trabalha na consultoria jurídica de vereadores que fazem oposição ao prefeito. Imagens de uma câmera de segurança da Prefeitura de Divinópolis apontam que a confusão aconteceu por volta de 1h30.

Vídeos que circulam pelas redes sociais mostram o momento em que o estudante é agredido. É possível ver os ferimentos que foram provocados no pescoço e na cabeça de Robert.

Os dois envolvidos têm versões diferentes para o desentendimento. Ao jornal O Popular, Robert relatou que o prefeito teria feito comentários homofóbicos quando ele chegou ao local. Ele afirma que tentou filmar a situação, mas foi impedido pelo prefeito, que deu um soco na mão dele.

O estudante contou ainda que saiu do local e foi atingido na nuca pelo filho do prefeito, que teria usado um objeto não identificado. Na sequência, teria acontecido a agressão com a garrafa e a cadeira.

O jovem levou cinco pontos no pescoço, além de ter cortes na cabeça, orelha e rosto. ele foi atendido em uma unidade de saúde do município e disse que Cleiton teria ido ao local para intimidá-lo.

Robert registrou a ocorrência com a Polícia Militar quando foi liberado do pronto-atendimento e afirmou que vai procurar a Polícia Civil. Antes da confusão, ele fez um vídeo de uma caminhonete da Prefeitura de São Domingos que estava estacionada em local próximo ao bar, denunciando Cleiton por supostamente usar patrimônio do município em atividade pessoal.

Outra versão

Já o prefeito disse ao jornal que Robert é adversário político dele. Cleiton acusou o estudante de atuar para difamar ações de seu mandato. “Ele foi me filmar e me provocar na minha mesa. Pedi para ele passar com isso. E ele começou a me desacatar do nada, me chamar de corrupto, de ladrão, de corno. A gente está sempre perfeito, mas perde as estribeiras”, disse o administrador municipal.

Cleiton informou que também registrou ocorrência sobre o fato. Segundo ele, também precisou ir a uma unidade de saúde e está com o olho roxo. O estudante nega que tenha agredido o prefeito verbalmente.

O prefeito relatou ainda que não se recorda do que fez e estava em “momento de raiva”, mas confirmou que é ele quem aparece nos vídeos.

Sobre a caminhonete, o prefeito disse que usou o veículo porque naquele dia havia visitado famílias de São Domingos que moram em uma área próxima à divisa entre os municípios.

“Irresponsável”

O prefeito de Divinópolis, Charley Tolentino (Republicanos), classificou a atitude de Cleiton como “irresponsável, imoral e inaceitável”. Segundo ele, a equipe jurídica da prefeitura entrará com representação contra o prefeito de São Domingos no Ministério Público de Goiás (MPGO).

Ainda de acordo com Charley, atualmente, Divinópolis tem cinco casos de Covid-19 e, por isso, o funcionamento dos bares foi flexibilizado. Segundo ele, moradores de São Domingos costumam ir a Divinópolis porque a cidade vizinha tem decreto com restrições para atividades comerciais.