Prefeito de Maraã é assassinado a tiros

cicero lopes

O prefeito do município de Maraã, Cícero Lopes (PMDB), foi morto neste domingo (28) quando chegava em sua casa. Segundo informações repassadas pelo telefone por um de seus irmãos, o prefeito teria sido atingido por um tiro.

O assassino estaria de tocaia esperando Cícero Lopes chegar em casa. Ele estava escondido no terreno de uma escola. Parentes do prefeito que moram em Manaus dizem que estão tentando contato telefônico com a família em Maraã, mas não estão conseguindo. Mas já chegou até eles a notícia que o prefeito está morto.

Situação tensa

Fontes do Radar em Maraã acabaram de informar, neste domingo à noite, que a situação está tensa na cidade. “Os parentes e correligionários do prefeito Cícero Lopes estão revoltados e querendo fazer justiça com as próprias mãos”, diz um dos moradores da cidade.

O alvo principal deles é o vice-prefeito, Magno Moraes, antes aliado e atualmente adversário do prefeito Cícero Lopes. “Eles (prefeito e vice-prefeito) estavam brigados, nem se falavam mais”, conta a fonte do Radar. O vice-prefeito Magno Moraes teria sido levado por policiais para a delegacia. “Os policiais estão tentando resguardar a integridade física do vice-prefeito porque é terrível o clima de revolta por parte do pessoal do Cícero (Lopes).  A polícia está preocupada que a casa do vice-prefeito seja invadida e ele sofra alguma agressão”, explica o contato do Radar.

Porém, o morador de Maraã que conversou pelo telefone com o Radar diz não acreditar que o vice-prefeito tenha algo a ver com o crime. “

Crime planejado

As últimas informações que chegaram ao Radar são de que policiais de Maraã manifestaram opinião de que o crime foi planejado, ou seja, não foi algo cometido por alguém num momento de raiva, mas sim por um matador de aluguel.

Os policiais teriam chegado a essa conclusão por causa de determinados fatos.  Eles teriam dito que apenas um tiro foi disparado, de uma espingarda calibre 12. Um tiro certeiro, nas costas, do lado esquerdo que ultrapassou o corpo do prefeito atingindo o coração.

O atirador tinha preparado tudo para a fuga. Fontes do Radar contam que, logo após o assassinato do prefeito, uma lancha potente saiu do porto da cidade. (Any Margareth)