Prefeito de Tefé pagará mais de R$700 mil à empresa de irmão do vice

O contrato custará R$60 mil por mês aos cofres públicos

Prefeito Nicson Marreira. Foto: reprodução/ facebook

O prefeito de Tefé, Nicson Marreira (PTB), pagará mais de R$700 mil reais para empresa do irmão de seu vice, Gilmar William Veloso, conhecido popularmente como ‘Preto Veloso’. O valor é referente a uma contratação de serviços de internet e consta no extrato do contrato n° 043/2021, publicado no Diário Oficial dos Municípios na última terça-feira (16).

O irmão do vice é Jucimar de Oliveira Veloso Junior, dono da empresa Veloso Net Serviços de Comunicação Multimidia Eireli, inscrita no CNPJ 17.654.767/0001-37.

À direta Junior Veloso e à esquerda ‘Preto Veloso’.  /Foto: reprodução/ilustrativa

Com um capital social (valor investido) de R$ 9 milhões, a empresa prestará “serviços especializados de telecomunicações necessários à implantação, operação  manutenção e gerenciamento da rede municipal de serviços de transmissão e comunicação de dados em fibra óptica, com serviço de acesso dedicado à internet plano de 1 mb/”.

A empresta, que funciona desde 2012, teve um investimento inicial milionário. Fonte: Receita Federal

O valor total desse serviço custará R$720 mil (setecentos e vinte mil) aos cofres públicos do município. Como o contrato prevê que a contratação durará 12 meses, a empresa de Junior Veloso receberá R$60 mil por mês.

Em família

‘Papi’, ex-prefeito de Tefé. /Foto: reprodução

Júnior e Gilmar Veloso são filhos do empresário e ex-prefeito Jucimar Veloso, o ‘Papi’, que comandou o município de 2011 a 2016.

Nos últimos anos de gestão, ‘Papi’ foi alvo de uma série de escândalos veiculados pelo Radar envolvendo contratações milionárias, dispensas de licitações e desamparo às famílias do município afetadas pelo período de enchente no ano de 2015.

Posicionamento

A reportagem do Radar entrou em contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura de Tefé para solicitar informações sobre o processo de disputa de licitações. Até a publicação desta matéria não obtivemos respostas.

Confira o extrato na íntegra:

O extrato consta do Diário Oficial dos Municípios