Prefeito de Tefé vira “meme” após ser flagrado no show do Safadão

O prefeito do município de Tefé, 523 quilômetros de distância da Capital do Amazonas, Normando Bessa (PMN), usou argumentos jurídicos da administração pública para receber diárias quando estivesse distante da cidade para,segundo ele, resolver questões relativas a municipalidade. Entretanto, o chefe do Executivo municipal de Tefé, recebeu uma enxurrada de críticas nas redes sociais, Facebook e WhatsApp, após, ser flagrado por um conterrâneo festejando no último sábado (13) o show do “Safadão”.

As diárias foram publicadas no Diário
Oficial dos Municípios (DOM) com a portaria n° 071/2017 e assinadas pelo vice-prefeito, Jean Robson Pinheiro. Na publicação o vice concedeu os benefícios de oito dias para o prefeito, começando dia 12 de maio até o dia 19 do mesmo mês.

Nas redes sociais o prefeito virou “meme”, quando passou a usar a expressão “Ainda não dá”, para resolver problemas essenciais no município, como pavimentação, saúde, educação e, recentemente, a questão do abandono de dois micro-ônibus, ainda da gestão passada, deixados em uma oficina mecânica aqui em Manaus.

Denúncias

A denúncias foram feitas vereador de oposição Odormando Duarte de Vasconcelos (PSDB) e formalizadas no Ministério Público Federal (MPF-AM) e no Ministério Público Estadual (MPE-AM). Segundo o vereador, os veículos estão em uma oficina em Manaus desde 2015, quando foram encaminhados para conserto. A CGU-Regional/AM informou que vai instaurar um processo para apurar o abandono dos dois micro-ônibus.

Odormando Vasconcelos explicou que um dos carros foi comprado com recurso da prefeitura e o outro, foi adquirido com recurso federal, através do projeto “Caminho da Escola”. “Eu protocolei as denúncias na Promotoria de Justiça de Tefé na última quinta-feira (20) para que haja um processo de investigação sobre o total abandono dos veículos que, poderiam estar disponíveis para uso da população”, disse o vereador.

A reportagem entrou em contado com a oficina onde estão os dois veículos abandonados, e o coordenador de manutenção da “Oficina du Luis”, Everton Machado, disse que os automóveis da prefeitura de Tefé deram entrada na oficina no dia 18 de abril de 2015, e desde a presente data, ninguém retornou na oficina para tratar de assuntos pertinentes ao orçamento ou manutenção dos carros.

A reportagem do Radar entrou em contato com o prefeito do município de Tefé, pelo telefone XXXX-1414, mas até a publicação da matéria, Normando Bessa não atendeu as chamadas para falar do abandono dos veículos.