Anúncio Advertisement

Prefeito do interior “rei do Camarote” vai gastar R$ 7,5 milhões com passagens fluviais e fretamentos

Numa cidade cheia de problemas, inclusive em áreas essenciais da administração pública como saúde e educação, e em pleno ano pré-eleitoral, o prefeito de Santa Isabel do Rio Negro (a 683 quilômetros de Manaus), Araildo Mendes do Nascimento (PTB), mais conhecido por ‘Careca’, pretende gastar mais de R$ 7,5 milhões para emissão de passagens fluviais, fretamento de volumes e cargas durante 12 meses. E o Radar de euzinha fez um barulho danado com os gastos de mais de R$ 1,7 milhão com camarotes e suítes.

Bom lembrar que o prefeito “rei do camarote”, Araido Mendes é o mesmo que pode ser considerado “rei de investigações dos ministérios públicos” – se bem que até agora nadica de nada aconteceu. O Ministério Público do Estado (MPE-AM) anunciou, no ano passado, a abertura de inquérito civil para investigar o prefeito por superfaturamento, uso de notas frias, fraudes em licitação e enriquecimento ilícito. O principal contrato em investigação é o da compra de R$ 500 mil em medicamentos que nunca teriam chegado à rede pública de saúde.

O MPE também investiga gastos milionários com shows. Já o Ministério Público Federal (MPF) está investigando indícios de irregularidades no uso dos recursos do Fundeb.

Novos gastos milionários 

O extratos da Ata de Registro de Preço (ARP) para a compra de passagens e fretamentos, bem como o despacho e homologação do pregão presencial com as informações foram publicados no Diário Oficial dos Municípios, na edição desta quarta-feira (17). (Veja documentos no final da matéria)

O extrato n° 005/2019 vinculado ao Pregão Presencial de n° 007/2019 trata sobre o contrato firmado entre a prefeitura de Santa Isabel e a empresa F. Takana dos Santos ME de CNPJ 02.209.632/0001-95 com sede no município.

Segundo a publicação, a empresa foi contratada pelo valor global de R$ 7.527.600,00 (sete milhões quinhentos e vinte sete mil e seiscentos reais) para prestar os serviços de emissão de passagens fluviais, fretamento de volumes e cargas.

Desse montante, R$ 5.5 milhões serão para pagar passagens fluviais com trechos que incluem Santa Isabel até Manaus e vice-versa e de Santa Isabel do Rio Negro a São Gabriel da Cachoeira, também com retorno nesse trecho. Só os camarotes vão custar R$ 774 mil aos cofres públicos. Já com suítes, o valor sobe para pouco mais de R$ 1 milhão. Além de R$ 2 milhões com passagens referente a ‘rede’ e R$ 1,7 milhão com lancha. Ao todo, 15,8 mil passagens estão no pacote.

O restante do valor de R$ 1.9 milhão do contrato, seria para fretamento de volumes e cargas, que incluem caixas, veículos, botes, barcos e urnas funerárias.

O Radar entrou em contato com a assessoria jurídica da prefeitura de Santa Isabel, nessa quarta, para solicitar um posicionamento sobre os valores, mas até o fechamento desta matéria não obtivemos resposta.

Confira extrato na íntegra

Confira despacho e homologação

CNPJ da Tanaka Navegação