Prefeito suspende aulas na rede pública municipal por 15 dias devido a Covid-19

Foto: Reprodução

A partir desta terça-feira (17), as aulas em todas as escolas da rede municipal de ensino estarão suspensas pelo período de 15 dias. A interrupção das aulas faz parte de um novo pacote de medidas contra a Covid-19, o coronavírus, anunciado pelo prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, nessa segunda (16).

“Não tenho intenção de causar pânico, a intenção é nos precavermos e salvarmos vida”, afirmou o prefeito durante coletiva de imprensa, realizada na sede da Prefeitura, na Compensa. 

A suspensão vai atingir mais de 500 escolas municipais. Arthur recomendou, ainda, que as escolas privadas da capital também suspendam as aulas para evitar a propagação da doença.

Outras medidas 

O prefeito também determinou a suspensão de grandes eventos envolvendo as áreas cultural, esportiva e religiosa em toda a capital amazonense. A emissão de carteira de trabalho será feita somente via digital para evitar aglomeração nos Sine Manaus. 

Além disso, os mais de 3 mil idosos do serviço ativo da Prefeitura vão trabalhar em home office. Estão suspensos ainda o recadastramento previdenciário.  

Na semana passada, o prefeito anunciou Estado de Emergência na cidade, após o primeiro caso de Coronavírus confirmado no Amazonas.