Prefeitos de Barreirinha e Tapauá vão gastar quase meio milhão com compra de equipamentos hospitalares em empresa de material de construção

Imagem: Radar Amazônico

Os prefeitos de Barreirinha e Tapauá – Glênio Seixas (MDB) e José Bezerra Guedes (MDB) – vão gastar quase meio milhão na compra de equipamentos hospitalares de uma empresa de material de construção localizada em Manaus. Vale destacar que as duas contratações foram feitas por dispensa de licitação, ou seja, não houve qualquer tipo de concorrência.

O extrato e o termo de ratificação das dispensas de licitação feitos pelas duas prefeituras foram publicados nesta segunda-feira (18), no Diário Oficial dos Municípios. (Veja documento no final da matéria)

Segundo o documento, o prefeito de Barreirinha vai comprar Respiradores e Bipap Dreamstation Auto, que é um aparelho que funciona como um respirador mecânico no tratamento de doenças pulmonares.

Esses equipamentos, conforme consta no documento, serão utilizados no hospital Coriaolano Cidade Lindoso, que atende pacientes diagnosticados com covid-19 na região. Para a aquisição, Glênio Seixas vai pagar o valor de R$ 135,2 mil.

Já o prefeito de Tapauá, José Bezerra Guedes, vai comprar material químico cirúrgico e equipamento hospitalar. Segundo o documento, os equipamentos são “para atender a demanda da prefeitura de Tapauá para o enfrentamento da pandemia Coronavírus/Covid 19”. Para a aquisição, José Bezerra gastará R$ 358,8 mil.

Mesma empresa

Os dois contratos, feitos sem processo de licitação, vão beneficiar a mesma empresa, que, no total, receberá R$ 494.050,00 mil. Consultada no site da Receita Federal, a empresa Consturb Construções e Comércio de Material de Construção Eireli, inscrita no CNPJ nº 27.501.555/0001-73, possui como principal atividade econômica “o comércio varejista de material elétrico”.

Além disso, nas atividades secundárias, o único serviço que possui mínima relação com equipamento hospitalar é “comércio atacadista de máquinas, aparelhos e equipamentos uso odonto-médico-hospitalar; partes e peças”. A empresa fica localizada em Manaus e, com capital social de R$ 950 mil, sua proprietária é Iasmin Rodrigues Baracho.

Sem resposta

O Radar entrou em contato com as prefeituras de Barreirinha e Tapauá para saber por qual motivo os municípios firmaram contrato com uma empresa de materiais de construção para fornecimento de equipamentos hospitalares. No entanto, não obteve resposta até a publicação da matéria.

Confira CNPJ na íntegra

blank

blank