Prefeitura acelera obras de revitalização da feira da Manaus Moderna

manaus moderna prefeitura

Foto: Osmar Neto/Seminf

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), atua na revitalização em uma área de aproximadamente mil metros quadrados na feira Manaus Moderna, centro da cidade, onde são comercializados peixes e carnes. O trabalho foi acompanhado de perto na tarde desta sexta-feira (23) pelo vice-prefeito e secretário municipal de Infraestrutura, Marcos Rotta, e pelo titular da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc), Renato Júnior.

“Depois de apostarmos na criatividade do nosso secretário Renato Júnior, de fazer aqui a primeira feira flutuante do Brasil, que se transformou inclusive em cartão-postal, em um ponto turístico, uma atração maior para cidade de Manaus, nós estamos aqui, a Seminf, em conjunto com a Semacc, trabalhando para recuperar na feira da Manaus Moderna, os boxes que vendem carne e peixe. É um cenário ainda muito complicado, muito adverso, a determinação do prefeito é que a gente continue cada vez mais estreitando as relações entre as secretarias, para superar os desafios. É uma feira que precisa de uma reformulação. Estamos estudando projetos nesse sentido, e enquanto isso não acontece, nós estamos aqui recuperando os boxes, a feira, para que os permissionários possam ter uma condição mais digna de trabalho”, disse Rotta.

Nesta sexta-feira, mais de 30 homens da Seminf iniciaram os trabalhos de reestruturação dos setores de carne e pescado na Manaus Moderna. Mais de 200 metros de marombas foram retirados, todo o piso cerâmico está sendo refeito, além da revisão de instalação de toda a rede elétrica. Os trabalhos seguem em ritmo de mutirão, durante todo este fim de semana, durante o dia e também à noite.

Há aproximadamente três meses, mais de 200 feirantes desses dois setores, que foram os mais afetados pela subida do rio Negro foram retirados do local e realocados na feira flutuante, construída pela Prefeitura de Manaus, para dar continuidade às vendas e evitar prejuízos aos permissionários. Eles só devem retornar ao interior da feira Manaus Moderna, após a reestruturação do piso, que ficou destruído, durante a alagação.

“Na verdade, o que está acontecendo agora é uma pequena reforma aqui no setor do peixe e da carne, da feira da Manaus Moderna, que foi a primeira atingida pela subida do nível do rio Negro. Com isso, cumprindo a determinação do prefeito David Almeida nós acionamos imediatamente a Semulsp, para fazer a limpeza primeiramente desse local, e a Seminf, que rapidamente veio com toda a sua equipe de carpintaria para tirar toda a madeira do local, e está trocando aqui o revestimento. O prefeito David Almeida tem criado o espírito coletivo dentro do grupo, que tem trazido respostas mais rápidas para a população, e eu não tenho dúvidas de que os feirantes daqui ficarão felizes com essa ação da prefeitura “, afirmou Renato Júnior.

Expectativa

O permissionário Fábio Albuquerque, que há dez anos trabalha na venda de temperos, bem próximo aos setores de carne e pescado, disse que também teve a banca alagada e que com os serviços da prefeitura, o local de trabalho vai ficar bem melhor. “Vai melhorar muito para a gente e para os açougueiros e peixeiros também, não é? Estamos na expectativa de que eles voltem para cá, para que a nossa feira possa voltar à normalidade”, afirmou o feirante.

No início da semana, a Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) fez a limpeza na área, e a Semacc acompanha diariamente os permissionários que ainda permanecem na feira flutuante.

(*) Com informações da Assessoria