Prefeitura arrecada R$ 108,6 milhões com pagamento de IPTU

Até o dia 15 de março, data em que venceu a cota única e primeira parcela do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), a Prefeitura de Manaus registrou uma receita de R$ 108,6 milhões arrecadados. Comparado à parcial do ano passado, o incremento foi acima de R$ 6,7 milhões. De acordo com a LOA 2018, a previsão é atingir uma receita de R$ 219,9 milhões até dezembro.

“Somente no último dia para o pagamento da cota única com 10% de desconto, aproximadamente R$ 54 milhões entraram nos cofres do município”, informou o secretário Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef), Lourival Praia.

Ele reforçou que a meta de arrecadação até o dia de vencimentos da cota única e primeira parcela era de R$ 106,5 milhões.“Com todo o empenho da nossa equipe em ações de divulgação e contato com os contribuintes, batemos em mais de R$ 2 milhões a nossa meta”, avaliou o secretário da Semef.

Os contribuintes que perderam o prazo ainda podem realizar o pagamento do seu IPTU, porém sem o desconto de 10% sobre a cota única. O valor do lançamento deste exercício poderá ser parcelado em até 10 vezes. Sobre o pagamento em atraso das parcelas, são incidentes juros de mora de 1% ao mês e multa diária de 0,33%, obedecido o limite de 20%.

Lançamento

Mais de 538,8 mil cadastros tributáveis foram lançados para este exercício. Na comparação com o ano passado, o cadastro teve um incremento de 5.062 contribuintes. Em cifras, o lançamento gerou R$ 418,9 milhões, R$ 6 milhões a mais que o ano passado.

Em 2017, dos R$ 412,8 milhões lançados, a Prefeitura de Manaus arrecadou R$ 210,2 milhões, o que representou aproximadamente 51% do lançamento e um incremento de quase 15% em comparação à receita do IPTU 2016.