Prefeitura cassará alvarás de estabelecimentos que não cumprirem com medidas contra covid-19

Print da Live

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, anunciou, neste domingo (5), pelas redes sociais, que a Prefeitura cassará os alvarás de funcionamento dos estabelecimentos que descumprirem com as medidas de isolamento social decretadas pelo Governo do Estado para contenção dos casos de covid-19. A prefeitura também irá suspender temporariamente a venda do passe estudantil e a gratuidade para idosos.

“Esse não é o momento de ganhar dinheiro e sim de salvar vidas. Os empresários que insistem em abrir seus estabelecimentos estão fazendo um grande mal para seus clientes e para sociedade. Esse é o momento de ficar em casa”, disse Arthur.

Sobre a suspensão da venda do passe estudantil e da gratuidade para idosos, o prefeito justificou como uma medida coerente, uma vez que as aulas estão suspensas e que idosos devem seguir as recomendações de isolamento social.

“Fica suspensa, enquanto durar a crise, a venda de passe estudantil, porque não tem escola funcionando, e a gratuidade aos  idosos nos ônibus também,  porque eles têm de ficar em casa. Estamos fazendo tudo que está ao nosso alcance para conter a propagação do novo coronavírus“, reforçou o prefeito.

De acordo com o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), são 225.289 estudantes cadastrados na meia-passagem. No caso dos idosos, não há cadastro junto ao órgão, uma vez que basta apresentar a identidade para ter acesso gratuito aos coletivos.

O prefeito disse, ainda, que durante uma conversa, o governador Wilson Lima afirmou que não medirá esforços para que o hospital da universidade Nilton Lins – que estava inoperante – comece a atender a população.

“No momento eu não posso fazer nada, pois é um trabalho que está na mão do Governo do Estado, mas já nivelei com asfalto as ruas das proximidades da Nilton Lins para dar mais fluidez no tráfego de veículos daquela área e volto a oferecer tudo o que estiver ao alcance de Manaus para fazer o hospital funcionar logo”, garantiu o prefeito.