Prefeitura celebra avanços e reforça compromisso com a valorização dos professores

Nesta segunda-feira (15), Dia dos Professores, a Prefeitura de Manaus tem uma série de conquistas e avanços para celebrar a valorização dos educadores da rede. Nos últimos seis anos, os profissionais da Secretaria Municipal de Educação (Semed) receberam reajustes salariais acima da média brasileira, qualificação profissional, com a oferta de bolsas em cursos de pós-graduação, programa de tutoria profissional, além de investimentos acima do que é exigido pelo Ministério da Educação (MEC). Também foram realizados dois concursos públicos, o último este ano, em que foram inseridos na rede mais de 1,5 mil novos profissionais.

A Semed tem, aproximadamente, 15 mil servidores, sendo 12,3 mil professores exercendo um papel fundamental na educação de mais de 238 mil alunos e nos resultados exitosos obtidos, que levaram Manaus da 21º colocação no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), para a 9ª posição entre as capitais brasileiras em 2018.

A cidade também alcançou, no último ano, um índice de aprovação de 93% dos alunos regularmente matriculados, que em 2013 era de 84%; a redução de 74% do abandono que caiu de 4,6% em 2013 para 1,2% em 2017. Nos últimos 18 anos, de acordo com dados disponibilizados pelo Ministério da Educação (MEC), a rede de Manaus nunca obteve uma taxa de abandono tão baixa.

Tais esforços dos educadores vêm recebendo reconhecimento da atual gestão da Prefeitura de Manaus. O prefeito Arthur Virgílio Neto anunciou, na última semana, o pagamento de premiação, no valor total de R$ 12 milhões, aos professores de sala de aula da rede municipal de ensino, devido ao desempenho no Ideb 2017. Serão pagos integralmente na folha de outubro R$ 1.200 para professores que trabalham 20 horas semanais e R$ 2.400 para os que cumprem carga horária de 40 horas.

“Também pagaremos os 14º e 15º salários para os servidores de todas as unidades de ensino da rede municipal que alcançaram ou superaram a meta estabelecida para o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, demonstrando o real compromisso da administração pública municipal com seus servidores. Um trabalho que reflete diretamente na melhoria da educação de nossos alunos e crianças”, enfatizou o prefeito.

Dentro da política de valorização dos profissionais da educação, o prefeito garantiu, ainda, o pagamento de mais de 13 mil progressões por tempo de serviço e titularidade e reenquadramento, que se somam as outras nove mil progressões e reenquadramentos que já haviam sido pagas no final de 2017, beneficiando professores, pedagogos e administrativos.

A prefeitura também vem garantindo ao longo dos anos o pagamento em dia dos professores, mesmo em momentos de crise econômica nacional, bem como os reajustes anuais com ganhos reais, aumento do auxílio-alimentação, elevação de 50% da prática docente, beneficiando diretamente aproximadamente 6,5 mil professores que atuam especificamente em sala de aula.

“Apesar de todos os nossos desafios, temos um potencial que está centrado na força, compromisso e competência de nossos educadores. Como gestores da política municipal de Educação, estamos mostrando para a cidade que nosso foco é cumprir a nossa missão de garantir uma Educação Básica de qualidade e valorizar os nossos professores”, disse a secretária Municipal de Educação (Semed), Kátia Schweickardt.

Premiados

As premiações pelos resultados do Ideb chegarão a unidades como a Escola Municipal Francisca Pereira, na zona centro-sul, que alcançou o primeiro lugar nos Anos Finais, com a nota 6,5. Um dos responsáveis pelo resultado foi o professor de Língua Portuguesa Fernando Silva, que pertence aos quadros da secretaria desde 2005. Fernando conta que conseguir o resultado foi gratificante e que a escola trabalhou muito para que seus estudantes desempenhassem um bom papel na avaliação.

“Não imaginávamos que seríamos o primeiro lugar. Conseguimos esse resultado trabalhando, sobretudo, com as competências de leitura e interpretação. Também fizemos muitos simulados, treinamentos e preparação e eles já chegaram na prova prontos. Esse resultado e reconhecimento são gratificantes, porque são a comprovação de um trabalho bem feito”.

Quem também terá seu trabalho em sala de aula recompensado será a professora Ana Cláudia Nascimento. Em 2018, a Escola Municipal São José I, na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Tupé, onde a profissional atua, foi a primeira unidade ribeirinha a receber o projeto English For Kids, que ensina Inglês para alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental.

Para ela, a experiência de ensinar outro idioma para alunos que vivem em uma localidade distante da zona Urbana da capital tem sido maravilhosa e promete ser mais promissora nos próximos anos já que o projeto tem se desenvolvido muito bem na escola.

“Fomos superando as dificuldades e fortalecendo a nossa atuação. A receptividade de nossos alunos desde o início foi muito boa. Mas conforme fomos avançando, essa receptividade se transformou em curiosidade e gosto de aprender uma nova língua. Cada dia nos aprofundamos e intensificamos nossa atuação pedagógica em sala de aula, tendo a floresta, o rio e os animais como instrumentos e inspiração”.

Qualificação e assessoramento

Ao longo dos anos, a secretaria também ampliou em aproximadamente 20% a formação destinada aos professores da rede. A Semed também oferece aos professores recém-ingressos na rede assessoramento, com o programa de tutoria, que auxilia os profissionais em início de carreira no serviço público.

Ametista de Souza Santos é uma das profissionais que começaram a fazer parte da rede recentemente. Ela trabalha a 5ª fase da Educação de Jovens e Adultos (EJA) no Centro Municipal de Educação de Jovens e Adultos (Cemeja) Samuel Benchimol, na zona Leste de Manaus e conta que o suporte dado pela secretaria faz com que ela se sinta estimulada em contribuir para o desenvolvimento dos alunos.

“O programa de tutoria da Semed acompanha os novos docentes dando dicas no que podemos melhorar e reforçando o que temos de positivo. É através da Educação que podemos transformar a realidade. Tento trabalhar a autoestima dos alunos, mostrando que com esforço, mesmo com muitos obstáculos, eles podem vencer, transformar sonhos em realidade. Tenho muito que aprender com os meus pares, alunos e direção”.

Com informações da assessoria