Prefeitura presta atendimento às vítimas de incêndio no Educandos

Após um incêndio de grandes proporções, nessa segunda-feira (17), que durou cerca de 4 horas e atingiu mais de 600 casas no bairro Educandos, uma força-tarefa integrada por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Defesa Civil, Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manautrans), Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc) e Fundo Manaus Solidária prestou atendimento às vítimas e famílias desabrigadas.

Duas escolas e um centro social foram colocados à disposição dos desabrigados, que receberam atendimento das equipes do Fundo Manaus Solidária, Semasc e Defesa Civil, responsáveis por efetuar cadastro social das vítimas desalojadas.

Para agilizar o deslocamento das equipes do Corpo de Bombeiros, os agentes do Manaustrans interditaram todos os acessos para o bairro de Educandos. A partir da ponte da avenida 7 de Setembro/av. Leopoldo Peres; rua Felismino Soares; avenida Lourenço da Silva Braga e Ponte de Educandos, os acessos foram suspensos. Um efetivo de 50 agentes foi deslocado para atender a ocorrência.

Nos primeiros atendimentos realizados pelo Samu quatro pessoas foram socorridas, uma delas foi encaminhada ao hospital e pronto-socorro 28 de Agosto, em Adrianópolis, zona Centro-Sul.