“Presidente celebra estupidez miliciana”, diz presidente da OAB

Aline Massuca/Metrópoles

Aline Massuca/Metrópoles

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, se manifestou nas redes sociais sobre o passeio de moto do presidente Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro, enquanto o Brasil vive crise política, econômica e sanitária.

Para o advogado, Bolsonaro “celebra a irresponsabilidade e estupidez miliciana” ao resolver passear de moto com “seus adoradores”, promovendo aglomerações. A agenda do presidente “ignora hospitais lotados e a nova cepa indiana”, finaliza Santa Cruz.

“Mais um domingo em que o presidente celebrará a irresponsabilidade e a estupidez miliciana passeando de moto com seus adoradores. Previsível espetáculo de covarde omissão que ignora hospitais lotados e a nova cepa Indiana. Pobre do Brasil, pobre do meu Rio de Janeiro” disse Felipe Santa Cruz

Jair Bolsonaro convocou seguidores para o passeio de moto no Rio de Janeiro neste domingo (23/5) e grupos bolsonaristas estimam que o encontro reúna mais de 10 mil pessoas.

Segundo dados da Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro, a taxa de letalidade da Covid-19 no estado está em 5,89%, a maior do país. A taxa de ocupação em leitos de UTI no Rio é de 84%, mas faltam medicamentos e há registro de filas para internação.

O passeio de Jair Bolsonaro ocorre no contexto da CPI da Covid-19 que apura a responsabilidade do presidente e de sua equipe em se omitir de conter a pandemia de Covid-19, evitando comprar vacinas e supostamente promovendo aglomerações para promover a “imunidade de rebanho” através da contaminação generalizada pelo novo coronavírus.

O Brasil registrou mais de 16 milhões de casos de Covid-19 e 448 mil mortes pela doença no último sábado (22/5).