Presidente do Caprichoso e pai de deputado estão entre os presos da operação Ponto de Parada

Presidente do Caprichoso, o advogado Jender Lobato e o vereador eleito em Manaus, Jander Lobato Foto: Reprodução Instagram

O presidente do Caprichoso, o advogado Jender Lobato – que é irmão do vereador eleito em Manaus, Jander Lobato, foi preso nesta segunda-feira (23), na operação ‘Ponto de Parada’, da Polícia Federal (PF). Além dele, o empresário Udsom Maranhão Duarte, e o pai do deputado Saullo Vianna, Sérgio Vianna serão conduzidos ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM). Já a assessora parlamentar Rosedilce de Souza, será encaminhada para o Centro de Detenção Provisória Feminino.

A prisão solicitada pelo Ministério Público Federal (MPF) será de cinco dias, com a possibilidade de prorrogação, caso seja necessário para o andamento das investigações.

Os presos são investigados por possíveis práticas dos crimes de fraude à licitação, desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro em contrato de fornecimento de transporte escolar junto à Prefeitura de Presidente Figueiredo/AM. O principal alvo da operação é o deputado Saullo Vianna, que não foi preso, mas teve o apartamento vasculhado em uma ação de busca e apreensão.

Jender era o presidente da Comissão de Licitação Municipal do município em 2017, data do processo investigado pela PF, MPF e Controladoria Geral da União (CGU).

O delegado federal, Henrique Albergaria, que conduz o caso, afirmou que os bens de todos os envolvidos foram bloqueados, no valor de R$ 13 milhões, e que a investigação ainda está em andamento.