Presidente Figueiredo vira só lama e buracos após “miguelagem” de prefeita, denunciam moradores (ver vídeos)

Foto: Ilustração

Moradores do município de Presidente Figueiredo (distante 119 km de Manaus) denunciaram ao Radar Amazônico que a prefeita Patrícia Lopes (MDB) mandou tapar com barro os buracos da avenida Onça-Pintada. A “miguelagem”, segundo os moradores, serviria para “maquiar” a verdadeira situação da rua para receber o deputado federal Capitão Alberto Neto (Republicanos-AM) e o deputado estadual Álvaro Campelo (Progressistas – AM), que fizeram uma visita no último sábado (03) ao município.

Após a partida dos deputados, os moradores afirmaram que uma forte chuva atingiu a cidade, aumentando o tamanho dos buracos e deixando os arredores da avenida cheios de lama e que dificultou mais ainda a passagem de veículos.

Residente e comerciante do município de presidente Figueiredo, Ivone Tucanos, 20 anos, contou ao Radar Amazônico que o descaso não se restringiu apenas à Avenida Onça, mas causou prejuízos em todos os ramais periféricos da cidade, que estão cheios de entulhos.

“Volta deputados, que os buracos abriram de novo”, ironizou a moradora. “Até São Pedro foi contra a ‘miguelagem’. Viu que não era pro povo, mas pros deputados. Deu uma chuva e levou todo o barro da prefeita”, gravou Ivone em vídeo enviado à reportagem. Assista:

 

Moradores flagraram o momento em que um caminhão, cheio de barro,  chega até a Avenida e se prepara para iniciar a obra de “tapa-buracos” com entulho:

Além da sede do município, a situação é ainda pior nas vias de acesso à comunidade Santa Cruz. Segundo os denunciantes, “a maioria dos ramais da cidade estão nessa situação”.

Cansados de esperar

Os moradores de Presidente Figueiredo, cansados de esperar, resolveram por conta própria “tapar” os buracos. Em outro vídeo enviado ao Radar, é possível ver um morador com uma ferramenta batendo no buraco cheio de barro, fazendo uma espécie de “gambiarra” para amenizar os problemas enfrentados pelos motoristas.

“Olha aí, óh. A população que tá sendo prejudicada fazendo um trabalho que deveria ser da prefeitura, viu gente. Nós estamos quebrando nossos carros… passar bem devagarzinho, pegando a contramão para não quebrar nossos carros. Olha aí”, desabafa outra moradora de dentro do seu veículo.

O Radar Amazônico entrou em contato para saber esclarecimentos da prefeitura de Presidente Figueiredo sobre o andamento de obras de asfaltamento desses locais ou um prazo para retirada de entulhos levados pela chuva, mas até o momento da publicação não obteve resposta.