Presidente macedônio diz que não assinará lei que mudaria nome do país

O presidente da Macedônia, Gjorge Ivanov

O presidente da Macedônia, Gjorge Ivanov, se recusou a chancelar um acordo que mudaria o nome do país para resolver uma disputa com a Grécia, classificando como um “ato criminoso” que viola a Constituição.

Os ministros das Relações Exteriores da Grécia e da Macedônia haviam concordado, neste mês, em alterar o nome da antiga república iugoslava para “República da Macedônia do Norte”, para resolver uma disputa de décadas que havia bloqueado o ingresso da Macedônia na União Europeia e na Otan.

Nessa terça (26), em um comunicado divulgado pela agência de notícias estatal MIA, Ivanov disse que não tinha um “mandato para assinar o acordo”, que “viola a Constituição da Macedônia, e torna a Macedônia dependente de uma outra parte, isto é, a Grécia”. No entanto, o Parlamento deve derrubar seu veto com uma maioria simples em uma segunda votação.

Fonte: Notícias ao Minuto