Presos em Coari, secretários de Adail e funcionários da Prefeitura vão para a penitenciária

IMG_0726Os irmãos Anselmo e Elias do Nascimento dos Santos, este último ocupou até esse mês o cargo de secretário particular do prefeito Adail Pinheiro, a funcionária da secretaria de Cultura, Alzenir Maia, o secretário de Terras e Habitação, Francisco Erimar, também conhecido como “Dirinho”, que preside uma associação de mototaxistas em Coari denominada de “Os pretinhos”, e o secretário de Administração (acumulando o cargo de chefe de gabinete), Eduardo Jorge, chegaram em Manaus, no aeroporto “Eduardinho”, por volta das 11 horas, sob forte esquema de segurança. Logo depois, foram levados para a Delegacia Geral de Polícia, e de lá serão levados para a penitenciária. Eles são acusados de participarem de uma rede de exploração sexual de crianças e adolescentes  em Coari e tiveram suas prisões preventivas decretadas pelo desembargador Djalma Martins, a pedido do Ministério Público do Estado (MPE) porque estariam coagindo e ameaçando as testemunhas e as vítimas.

IMG_3088Como o Radar noticiou, eles foram presos, por volta das 7 horas deste sábado (08), em suas casas. Segundo o comandante da operação, delegado Artur Lyra, que cumpriu os cinco mandados de prisão preventiva, o exame de corpo de delito foi realizado ainda no município, no Hospital de Coari. “Todos se entregaram sem resistir à prisão. Uns ficaram surpresos, mas outros disseram que já esperavam por algo desse tipo”, explicou o comandante.

Questionado pelos repórteres sobre o comportamento da população diante das prisões, o comandante disse que “pessoas se manifestaram contra as prisões e outras a favor”. Ele ainda disse que para evitar qualquer possibilidade de um clima de tensão na cidade, os presos assim que fizeram o exame de corpo de delito foram imediatamente trazidos para Manaus. (Any Margareth)

Fotos dos rostos dos acusados feitas na delegacia em Coari: