Primeira dama Goreth Garcia bate-boca com pais de autistas após ouvir que assistência dada pela prefeitura é “uma mentira’ (ouvir áudio)

goreth garcia Capa 2

A primeira dama de Manaus e secretária municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos, Goreth Garcia, bateu boca com pais de autistas, logo após a realização de uma tribuna popular de autoria dos vereadores Sildomar abtibol (PROS) e Álvaro Camplo (PP), na Câmara Municipal de Manaus, na terça- feira passada (05). Goreth Garcia ficou irritada com os pais de autistas que a confrontaram com acusações como a de que o atendimento às crianças autistas feito pela Prefeitura de Manaus, através do Espaço de Atendimento Multidisciplinar ao Autista Amigo Ruy (Eamaar), “é uma mentira”.

Os pais dos autistas fizeram pesadas críticas ao prefeito dizendo que a assistência que ele e a primeira dama dizem dar a essas crianças é “ uma piada” – pelo jeito de mau gosto, né gente? – em “mais um picadeiro” montado por eles – quem será o palhaço, hein meu povo?

No áudio que foi entregue ao Radar, dá pra ouvir uma mãe, com a voz embargada de quem está à beira do choro, dizer que seu filho há um ano não tem fonoaudiólogo e nem psicopedagoga. Outra mãe diz que o Eamaar está sem fisioterapeuta, profissionais de extrema necessidade para o desenvolvimento de crianças com autismo.

Os pais questionam o fato do filho do prefeito, deputado federal, Artur Bisneto, ter feito emenda ao Orçamento Federal destinando R$ 1 milhão para a construção de praças, e nada para assistência de determinados seguimentos sociais como os autistas. E uma mãe lembra: Mas, ele (Bisneto) prometeu, não é mesmo? Outra arremata: “ninguém aguenta mais tanta promessa”

Goreth Garcia alega que os pais de autistas não estão tendo respeito com o prefeito e ouve deles: “a senhora é que não respeita os autistas!”. A primeira dama passa na cara de uma mãe que ela “soube pedir pra seu filho ficar no Eamaar em detrimento de tantas crianças que poderiam ser atendidas”, sendo questionada pela mãe do autista: “E porque meu filho teria que sair de lá?”

Em resposta, Goreth garcia afirma que o filho da dita senhora poderia ser atendido por um tipo de assistência denominada de “alta assistida” quando a criança tem acompanhamento de todos os profissionais da área, mas fora do ambiente do Eamaar. Isso revolta os pais dos autistas que, aos gritos, afirmam que a “alta assistida” não existe no centro da Prefeitura de Manaus de atendimento as crianças com esse tipo de transtorno. Eles afirmam: “É mais uma mentira”. (Any Margareth)

Arrogantes        

Em seu Facebook, a primeira dama e secretária municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos, Goreth Garcia, não conta exatamente o que aconteceu quando foi confrontada pelos pais dos autistas, durante a audiência pública na Câmara Municipal de Manaus.

Goreth Garcia se restringe em citar a audiência no Legislativo municipal, falando de “momentos de tensão” vividos e diz entender “a aflição das famílias” dos autistas, mas os chama classifica as críticas dos pais dessas crianças de “posturas agressivas, e até mesmo arrogantes – olha quem fala, né gente! – de pessoas que tentam desqualificar todo um trabalho que é feito pela administração”: Está aí, na íntegra: o que escreveu a primeira dama, em seu Facebook:

“Hoje, a Prefeitura de Manaus e organizações da sociedade civil mostraram a sua união durante a solenidade na Câmara Municipal e os avanços nas políticas de atenção ao autista e aos familiares. Mesmo nos momentos de tensão que vivemos, entendemos a aflição das familias. Só não conseguimos entender as posturas agressivas, e até mesmo arrogantes, de pessoas que tentam desqualificar todo um trabalho que é feito pela administração. Me sinto cumprindo meu dever e todo esforço da Prefeitura de Manaus é reconhecido pela população. Continuaremos atuando em prol da nossa população, de forma determinada e com um olhar humanizado aos problemas da cidade”.