Procon Manaus faz alerta sobre propagandas enganosas na Black Friday

O setor comercial já está preparando as promoções para a Black Friday que acontece na última sexta-feira de novembro, e a Secretaria Municipal de Defesa do Consumidor e Ouvidoria – Procon Manaus, (Semdec) alerta os consumidores sobre possíveis propagandas enganosas, que apresentam descontos que chegam até 80% em diversos segmentos do varejo.

Diferente do que ocorre nos Estados Unidos, que é queima de estoque, no Brasil, as promoções podem variar muito de acordo com cada empreendedor. O secretário-interino da Semdec, Rodrigo Guedes, alerta que é importante observar alguns pontos para aproveitar melhor as promoções.

“A cultura da Black Friday brasileira é diferente. Por vezes, a promoção se estende durante o mês inteiro, algumas lojas fazem por uma semana e por isso é importante estar atento aos preços e condições antes de confirmar a compra”, afirma Guedes.

Segundo ele, uma das melhores formas de não cair em “pegadinhas”, que induzem o consumidor ao erro, é pesquisar preços dias antes da promoção, pois ficaram famosos casos de lojas que aumentam os preços durante o mês de novembro, para depois reduzir os preços, anunciando ofertas agressivas na Black Friday, o que ficou conhecido como a metade do dobro. Alguns sites oferecem esta opção, alertando o consumidor para não cair nos falsos descontos.

Outra dica é, ir em lojas físicas, observar as etiquetas e os adesivos, verificando se não há publicidade enganosa. “A má-fé nas relações de consumo, infelizmente, é real. Cuidados básicos e mais atenção durante as compras fazem toda a diferença para não pagar mais caro e evitar cair em golpes”, finaliza Rodrigo Guedes, que ensina como fiscalizar tanto em lojas físicas como on-lines.

 Em lojas físicas

 – Pesquisar desde agora o produto a ser comprado, se possível, tirar foto ou print da tela para comparar no dia da promoção;

 – No dia da compra, pedir ao vendedor para mostrar o preço atual e o anterior e verificar se o mesmo corresponde ao desconto ofertado pelo estabelecimento;

– Exigir sempre nota fiscal do estabelecimento ao comprar qualquer produto ou serviço,

 – Consumidor deve sempre estar atento ao produto comprado em relação à qualidade do mesmo. O produto ou serviço pode vir com algum defeito ou vício de difícil percepção. O produto a ser levado pode ser diferente do que o consumidor experimentou ou olhou no mostruário.

 Compras on-line

 – Verificar sites com comparativo de preços;

 – Sempre tirar prints ou gravar as telas dos produtos antes da promoção;

 – Verificar sites e sessões “Reclame aqui” ou comentários dos produtos nas redes sociais e sites de buscas;

 – Atenção à segurança do site na hora da compra (link deve ser protegido com o protocolo HTTPS),

Trocas

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC), a troca é uma prática comum após a compra, mas, por muitas vezes, é apenas uma cortesia de alguns estabelecimentos. Por isso, o consumidor deve estar atento à política de troca da loja para evitar futuros problemas. Somente produtos com defeitos de fabricação podem ser trocados a partir de um prazo específico após a data da compra.

Já as compras feitas na internet são asseguradas pelo CDC para troca a partir do Artigo 49, que dá ao consumidor o direito de trocar o produto ou mercadoria em sete dias após a compra, sem necessidade de justificativa, nem mesmo sofrer penalidades.

Fiscalização

A exemplo do ano passado, o Procon Manaus fará blitzes e fiscalizações nos principais centros comerciais da capital como forma de proteger os consumidores. O consumidor que sentir lesado pode realizar denúncias via WhatsApp pelo (92) 98842-3030 e 0800 092 0111. O atendimento ao público ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, na rua Afonso Pena, nº 38, Praça 14, zona Centro-Sul.

Com informações da assessoria da Semdec.