Professor é alvo de falsa publicação de aluno e teme pela própria vida (ver vídeo)

Até a publicação desta matéria, a Secretaria de Educação do AM não se manifestou sobre o caso

Um professor identificado como Ricardo Gomes, que leciona História na Escola Estadual Professora Maria de Lourdes, localizada no bairro do Alvorada II, zona Centro-Oeste de Manaus, foi alvo de uma falsa publicação criada por um aluno da instituição.

Na imagem divulgada nas redes sociais, Ricardo aparece como criminoso procurado por invadir casas na região. O autor da falsa publicação ainda oferece uma recompensa de R$ 2 mil reais pela captura do professor.

Conhecido no Alvorada por sua brilhante atuação nas salas de aula, Ricardo teve que se afastar da escola pois teme ser linchado ou até morto por populares.

Nas redes sociais, o professor fez um desabafo indignado com a falsa publicação.

“Colocou a minha imagem, a minha moral e meus 18 anos em sala de aula com serviços prestados à educação na lama. Me classificando como canalha, algo gravíssimo e no final do texto ele ainda coloca uma recompensa de 2 mil reais. Hoje as pessoas matam por 10 reais e me sinto ameaçado de chegar na escola e os comunitários me matarem, então não me sinto seguro de voltar para as salas de aula”, relatou Ricardo.

Foto: João Paulo / Radar Amazônico

A reportagem foi até a escola Maria de Lourdes para saber se o aluno já foi identificado e responsabilizado pelo caso, mas a direção da unidade informou que só pode falar sobre o caso com autorização da Secretaria de Educação e Desporto do Amazonas (Seduc-AM). Em nota, a Secretaria informou que está acompanhando o caso e que o aluno responsável pela acusação ainda não foi identificado.

“As pessoas envolvidas na montagem e divulgação com imagens dos professores não foram identificadas. Na tarde desta quinta-feira (18/11), a Coordenadoria Distrital de Educação e a gestão escolar vão se reunir com os pais e a comunidade para esclarecer o ocorrido e solicitar apoio.”

“A Secretaria de Educação informa, ainda, que atua no combate à veiculação de notícias falsas, orientando servidores e comunidade escolar a pesquisar fontes e checar informações antes de passá-las adiante.”

Enquanto isso, Ricardo está isolado em sua casa com medo de ser punido por um crime que não cometeu.

Sindicato se manifesta

O Sindicato dos Professores e Pedagogos de Manaus (ASPROM/SINDICAL) emitiu uma nota de apoio ao professor Ricardo Gomes, acusado injustamente por seu aluno. Na nota, o sindicato ainda destacou que esse caso abalou toda a categoria “que está indignada e sentindo muito por este acontecimento maldoso”. Confira na íntegra:

NOTA DE SOLIDARIEDADE

O Sindicato dos Professores e Pedagogos de Manaus – ASPROM/SINDICAL vem a público através desta nota, manifestar irrestrita solidariedade ao Professor de História Ricardo Gomes que foi caluniado, injuriado e difamado em rede social, ao mesmo tempo em que se coloca à disposição do professor no que ele precisar.
Nosso mais profundo e veemente repúdio aos responsáveis pela autoria de tamanha falta de respeito com o Professor que não merece passar por uma situação como esta que ofende a sua honra e fere a sua dignidade de pessoa humana.
Toda a categoria do Magistério está indignada e sentindo muito por este acontecimento maldoso.
Exigimos que a Secretaria de Educação do Amazonas tome as devidas providências para que os (as) autores (as) dessa calúnia sejam punidos com o rigor que merecem.
Desejamos que o Prof. Ricardo Gomes supere possíveis traumas que possam ser desencadeados por esta triste e absurda ocorrência e que receba o apoio que necessita da Secretaria de Educação.

Assista o desabafo na íntegra: