Professor é preso por abusar sexualmente de duas alunas no Careiro

O professor de ensino fundamental, José Carlos Pereira de Carvalho, de 49 anos, foi preso nessa terça-feira (24) por abusar sexualmente de duas alunas dele, ambas de 10 anos de idade, no município de Careiro da Várzea (a 25 quilômetros de Manaus).

José era professor em uma escola municipal localizada na Comunidade São Francisco, na zona rural. Segundo o Boletim de Ocorrência (BO) formalizado na delegacia, uma das crianças informou que o professor havia tocado nas partes intimas dela. Já a outra vítima relatou que o infrator acariciou os seios dela e tentou beijá-la.

“Os atos libidinosos aconteciam quando o professor tinha oportunidade de ficar sozinho com as vítimas. O fato repercutiu naquela comunidade e, após a Secretaria Municipal de Educação, do lugar, tomar conhecimento do caso, José foi afastado da função. Ele atuava, ainda, como pastor em uma igreja evangélica, de onde, também, foi afastado”, relatou o titular da 35ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), David Jordão.

Outros abusos

Após a repercussão do caso, uma jovem de 20 anos compareceu na unidade policial dizendo que, também, foi vítima de atos libidinosos cometidos pelo professor, quando tinha nove anos de idade, época em que era aluna dele, no ensino fundamental.

Na ocasião, ela teria sido ameaçada, caso o delatasse. Os policiais civis foram comunicados pelo Departamento de Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos, sobre uma nova denúncia realizada pelo disque 100, de outra vítima de José.

Procedimentos

José foi indiciado por estupro de vulnerável. Ao término dos procedimentos cabíveis na 35ª DIP, ele permanecerá custodiado na carceragem da delegacia, à disposição da Justiça.

(*) Com informações da PC-AM