Professores concursados são convocados por ordem judicial em Borba

A convocação dos professores concursados no município de Borba (a 150 quilômetros de Manaus), por determinação da justiça foi pautada, nessa terça-feira (15), pela deputada estadual Alessandra Campêlo, líder do MDB na Assembléia Legislativa. Ela lembrou que, o prefeito do município, Simão Peixoto (SD), estava contratando irregularmente profissionais da Educação.

“Quero parabenizar os professores de Borba que, por uma ordem judicial, foram convocados pelo prefeito a assumir seus cargos. O prefeito estava fazendo várias contratações irregulares, mas nós envidamos esforços junto com o Ministério Público e a Justiça deste Estado”, disse a deputada, no encerramento do seu pronunciamento do dia.

Alessandra esteve recentemente em Borba e a educação foi uma das suas principais pautas de trabalho naquele município. Além da questão dos professores, a parlamentar fiscalizou a distribuição da merenda escolar e situação das merendeiras que prestam serviços na rede municipal. Ela aproveitou para deixar um alerta aos gestores que insistem em burlar a legislação.

“Quando o Governo não funciona é a Justiça que tem que fazer valer e o prefeito de Borba está sendo obrigado agora a contratar os professores que fizeram concurso e esperavam a sua vez de assumir”, concluiu Campêlo.