Professores de Iranduba entram em greve e acampam em praça pública em protesto

greve educação

Depois de muita enrolação e promessas não cumpridas do prefeito de Iranduba, Xinaik Medeiros – ele é do PTB de Sabino Castelo Branco e está apoiando o governador professor José Melo à reeleição –  os professores e servidores administrativos da área de educação do município de Iranduba entraram em greve, nesta segunda-feira (25). Um grupo de cerca de 200 professores decidiu ainda ficar acampado na Praça do Três Poderes, em frente a Prefeitura, em protesto porque o prefeito Xinaik Medeiros não recebe a categoria, e dizem que só retornam ao trabalho após uma comissão se reunir com o prefeito para tratar da pauta de reivindicações

Na pauta de reivindicações está o pagamento das férias dos servidores administrativos de 2013, explicações sobre repasse dos valores descontados na folha de pagamento dos servidores com empréstimo consignado que não foram repassados para os bancos o que acarretou no registro do nome desses servidores nos cadastros do SPC e do Serasa, e informações sobre onde estão sendo gastos os recursos do Fundeb já que o prefeito se nega a fazer a prestação de contas de 2013 e 2014 do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Os professores informam ainda que não tem merenda escolar em diversas escolas do município, assim como várias unidades de ensino estão sem aula porque a Prefeitura não pagou o transporte escolar das crianças do município. Sem contar que há prédios de escolas caindo aos pedaços, sem a menor condição de trabalho para os professores e sem estrutura para que as crianças frequentem as aulas. (Any Margareth)