“Projeto Árvore Encantada” começam receber apadrinhamento das cartinhas de Natal

Foto: Divulgação

O “Projeto Árvore Encantada: encante-se com essa ideia”, realizado anualmente pela Coordenadoria da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça do Amazonas (Coij/TJAM), desde 2014, já estão recebendo o apadrinhamento das cartinhas de Natal 2020 para presentear as crianças em acolhimento.

Está aberto até o dia (19), o período para o apadrinhamento das cartinhas que trazem os pedidos de presente de mais de 260 crianças e adolescentes que vivem em 11 unidades de acolhimento da capital e do interior do Estado.

A equipe da Coij destaca que o projeto tem a finalidade de desencadear ações democráticas e de integração; promover o exercício da cidadania, a solidariedade e amor ao próximo; oportunizar a todos os envolvidos o acolhimento de crianças e adolescentes com um gesto voluntário e responsável, materializado com a entrega de um presente no período natalino.

Na campanha deste ano, servidores; juízes; desembargadores; estagiários e parceiros do TJAM estão sendo convidados a se tornar padrinhos de até três cartas escritas pelas crianças e adolescentes, entre zero e 18 anos incompletos, que vivem em unidades de acolhimento em Manaus (Casa Mamãe Margarida; Monte Salem; Moacyr Alves; Janell Doylle; O Pequeno Nazareno; Nacer e Saica); além da O Coração Do Pai (Manaus e Iranduba) e de mais dois abrigos de Manacapuru, cujos nomes ainda serão divulgados.

Nos anos anteriores, as equipes da Coij percorriam os fóruns para motivar a participação dos servidores a fazer a entrega das cartinhas. Neste ano, em razão do período de afastamento social imposto pela pandemia da covid-19, a ação está sendo organizada virtualmente, com a escolha das cartinhas podendo ser feitas por meio de link divulgado nos canais de acesso do Tribunal de Justiça (https://intranet.tjam.jus.br/joomla_intranet/index.php/arvoreencantada).

A entrega dos presentes devidamente embrulhados a serem ofertados às crianças e aos adolescentes, poderá ser feita pelos padrinhos nos postos oficiais da campanha no Fórum Azarias Menescal (Jorge Teixeira) e Fórum Cível Euza de Vasconcelos (São Francisco), no período de 23 a 30 de novembro de 2020, das 8h às 12h.

Presentes

Após a coleta dos presentes, a equipe da Coordenadoria da Infância e da Juventude fará a distribuição aos abrigos, com a presença de até dois representantes do Tribunal de Justiça, com uma pequena cerimônia de entrega simbólica para uma criança indicada pela equipe técnica da instituição parceira representando todas as outras. O restante dos presentes será distribuído pela própria equipe do abrigo às demais crianças e aos adolescentes participantes da campanha, como forma de respeitar as medidas de distanciamento social recomendadas pelas autoridades de saúde.

A primeira unidade acolhedora a receber os presentes para as crianças, conforme calendário pré-definido, será a casa Mamãe Margarida, no dia 9 de dezembro, às 15h, com a presença da desembargadora Joana dos Santos Meireles, Coordenadora da Coij.

Em cada instituição, a desembargadora contará com a presença de um juiz da Infância e da Juventude da capital, parceiros nessa ação. “Destaca-se a fundamental parceria dos servidores do Tribunal de Justiça, de todos os setores para a exitosa execução e o sucesso dessa ação, pois somente com a colaboração de cada um podemos levar esperança e afeto a cada criança e adolescente que escreveu a sua cartinha. Um grande abraço a cada um que puder adotar uma cartinha! Que Deus abençoe e muito obrigada”, afirmou a desembargadora Joana Meireles.

(*) Informações Assessoria