Projeto de Lei vai beneficiar pacientes renais crônicos

Um Projeto de Lei (PL), apresentado na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) estabelece equiparação entre portadores de doença renal crônica e as pessoas com deficiência, para fins de acessibilidade e oportunidades referentes ao percentual legal de vagas destinadas às pessoas com deficiência nos estacionamentos.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), existem hoje cerca de 92 mil pacientes em diálise no Brasil. Nos últimos 10 anos, esse número cresceu 115% e deve aumentar em uma proporção de 500 casos por meio milhão de habitantes a cada ano.

Foi possível observar nos depoimentos que os pacientes renais crônicos encontraram limitações no seu dia a dia decorrente do tratamento hemodialítico:

“[…] houve uma mudança muito grande na minha vida, uma mudança radical. Tive que aprender a controlar a minha alimentação, controlar as minhas atividades físicas e de trabalho, porque de uma forma ou de outra, ela muda a vida da gente mesmo” (D8).

“[…] o ruim é só ficar parado, ficar em casa, to acostumado a trabalhar, ficar parado é muito ruim né, acostumei, to acostumado a trabalhar desde pequeno” (D6).

O Projeto visa facilitar o acesso dos portadores de doença renal crônica no retorno às suas atividades profissionais e na continuidade do tratamento, melhorando sua qualidade de vida e aumentando a autoestima e produtividade.

(*) Com informações da Assembleia Legislativa do Amazonas