Projeto para aproveitamento de energia solar é defendido por Vicente Lopes

Incentivo à geração e aproveitamento de energia solar no Amazonas, com uma política para incentivar o estabelecimento de indústrias que fabricam equipamentos e componentes para esse tipo de energia limpa e abundante no Estado. Esse é um projeto do deputado Vicente Lopes (PMDB), que está sendo analisado nas comissões técnicas da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam) antes de ir à votação. “A grande maioria dos Estados já têm leis que não apenas incentivam a fabricação de painéis solares, mas também instalações de equipamentos que possam fortalecer a geração de energia e trazer economia ao longo do tempo”, afirma.

Segundo o deputado, há  Estados  onde leis chegaram ao “segundo passo”, em  instalações como condomínios, shopppings ou qualquer área de grande consumo de energia: ainda na planta para aprovação, é obrigatório que haja mecanismo para absorção de energia solar.  Assim, o Amazonas já está atrasado.No projeto de Vicente Lopes, duas exigências para quem buscar incentivo fiscal e tributário, pesquisa tecnológica ou promoção dos produtos :  “a captação da fonte (energia solar) deve ocorrer em território amazonense” e “ aquisição dever ser feita diretamente a estabelecimentos que comprovadamente gerem ou comercializem a referida energia”.

Ao discursar na defesa da sua proposta, Lopes explicou: com incentivos às indústrias legalmente instaladas na Zona Franca de Manaus,  os preços dos produtos serão mais baixos. O resultado é maior benefício a todos, especialmente para as comunidades mais isoladas do interior, que não têm acesso à energia ou a recebem de forma precária. Sítios e propriedades rurais seriam igualmente beneficiadas. Dentre os vários objetivos do projeto estão esses: apoiar a implantação de sistemas de produção de energia solar para autoconsumo; estimular atividades agropecuárias que utilizem a energia solar enquanto fonte alternativa de energia. A lei também permite que o excedente da energia solar seja comercializado, gerando ainda mais economia.