Proposta que incentiva atletas deve ser votada na próxima semana

O programa Bolsa Atleta Estadual proposto por meio de emenda da vice-presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputada Alessandra Campelo (MDB) deve ser votada na próxima quinta-feira (11), junto com o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO 2020).

A proposta que incentivar os praticantes de modalidades olímpicas e paralímpicas no Estado foi aprovado na última reunião da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) da Casa Legislativa.

Se aprovada, a emenda da deputada Alessandra à LDO será o primeiro passo para a concretização do programa Bolsa Atleta Estadual. O passo posterior será aprovar o projeto na LOA 2020, que é votada no mês de dezembro, antes do recesso.

“A Bolsa Atleta é um sonho antigos dos atletas amazonenses e estou sugerindo sua criação desde o meu primeiro mandato, aliás esse foi meu primeiro projeto quando assumi em 2015. O programa é fundamental para o fortalecimento do nosso esporte, principalmente das modalidades olímpicas e paralímpicas”, afirmou a vice-presidente da Aleam.

Iniciativas governamentais de apoio aos atletas já existem em âmbito federal e municipal. A Bolsa Atleta Federal é paga em seis categorias distintas:Atleta Estudantil: R$ 370; Atleta de Base: R$ 370; Atleta Nacional: R$ 925; Atleta Internacional: R$ 1.850; Atleta Olímpico e Paralímpico: R$ 3.1 mil; e Atleta Pódio: até R$ 15 mil.

Atualmente paralisado para reformulação e estabelecimento de novos valores e critérios, o programa Bolsa Atleta Municipal pagava R$ 4 mil por mês aos beneficiários com destaque em competições nacionais e internacionais. Segundo a Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), o programa está nos trâmites finais para lançamento de novo edital no qual vai priorizar os atletas de base e manter ainda o suporte ao alto rendimento.

Com informações da assessoria da deputada.