Prorrogação dos trabalhos da CPI da saúde é defendida por deputado na Aleam (ver vídeo)

Foto: Divulgação

Tendo em vista o encerramento dos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde, previsto para ser realizado em menos de duas semanas, o deputado Dermilson Chagas (Podemos) defendeu a prorrogação da comissão por mais 60 dias e criticou a possível manobra da base governista de não prorrogar as investigações, numa tentativa de proteger o Governo do Amazonas dos questionamentos, acusações e descobertas realizadas pelos membros da CPI.

A comissão que investiga os desvios e irregularidades no uso dos recursos da saúde pública do Amazonas, instaurada no dia 14 de maio deste ano, está prevista para encerrar no dia 29 deste mês.

De acordo com o Dermilson, é de interesse da sociedade amazonense a prorrogação da CPI por mais 60 dias. “O povo não aguenta mais sofrer com essa má administração composta por uma quadrilha criminosa. E os membros da CPI estão certos em querer prorrogar por mais dois meses. E tem o meu total apoio”, disse.

O deputado também parabenizou o trabalho feito pela CPI, que levou a público todos os desvios e indícios de corrupção dentro do governo Wilson Lima, resultado em operações da Polícia Federal e das investigações do Supremo Tribunal Federal (STF). E em defesa, criticou a base governista da Assembleia Legislativa, por tentar impedir a prorrogação dos trabalhos da Comissão.

 “A base do governo não pode enterrar a esperança do povo, esse não é o papel de um deputado. Portanto, é mais do que justo prorrogar. Este governo precisa acabar, pois o roubo não parou, continua descontroladamente. Enquanto isso, o povo morre nos hospitais públicos pela falta de equipamentos, medicamento e leitos. Milhões gastos e não vemos nenhuma melhora”, afirmou Dermilson.

Confira mais detalhes do posicionamento do deputado na íntegra:

Dermilson Chagas fala sobre a prorrogação da CPI da Saúde

Dermilson Chagas fala sobre a prorrogação da CPI da Saúde

Posted by Radar Amazônico on Wednesday, September 16, 2020

(*) Informações da assessoria