PSG terá R$ 416 milhões para contratações na próxima janela, diz jornal

Imagem ilustrativa

O Paris Saint-Germain se prepara para uma grande reformulação em seu elenco e deve ir forte para o mercado na próxima janela de transferências que abre em julho. Segundo o jornal L’Equipe, o clube parisiense terá um orçamento de 80 milhões de euros (cerca de R$ 416 milhões) para a contratação de jogadores. O valor ainda poderá aumentar caso alguns atletas sejam vendidos.

Segundo a publicação, do montante destinado à montagem do plantel para a próxima temporada, 35 milhões de euros (R$ 181 milhões) já foram gastos na compra em definitivo do lateral-esquerdo português Nuno Mendes, um dos poucos a passar ileso pelas críticas da torcida. Outros 20 milhões de euros (R$ 103 milhões) podem ser gastos com a demissão do técnico Mauricio Pochettino, que não abre mão de receber o que lhe resta até o fim do contrato.

Ainda de acordo com o jornal, o PSG teve perdas que variaram entre 200 milhões a 300 milhões de euros na última temporada, isso mesmo com uma receita recorde de 700 milhões de euros. Apesar dos números “no vermelho”, dinheiro não deve ser o problema. O clube é comandado pela empresa Qatar Sports Investments, que possui ativos no valor de US$ 256 bilhões (R$ 1,4 trilhão). O PSG também tem como presidente o empresário multimilionário Nasser Al-Khelaifi, membro da família real do Catar.

Ao todo, mais de dez jogadores devem deixar o PSG no próximo mês. A barca conta com jogadores como o atacante Di María, os meias Draxler, Paredes, Wijnaldum, o goleiro Keylor Navas, o zagueiro Kehrer e os laterais Bernat, Kurzawa e Dagba. Outros, como Icardi e Gueye, também têm futuro indefinido. Até mesmo Neymar pode ser negociado caso chegue uma boa proposta.

Para a vaga de treinador, Luis Campos, novo diretor esportivo – que substitui o brasileiro Leonardo – mira a contratação do francês Christophe Galtier, do Nice. Outros nomes especulados são o de Zinedine Zidane e Marcelo Gallardo.