PSOL aciona STF contra Eduardo Bolsonaro após defesa de golpe em El Salvador

Eduardo Bolsonaro (Foto: Arquivo)

A bancada do PSOL na Câmara anunciou nesta segunda-feira (3) que vai acionar o Supremo Tribunal Federal (STF) contra o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para que ele seja investigado no inquérito dos atos antidemocráticos.

Neste domingo (2), o filho do presidente usou as redes para exaltar a tentativa de autogolpe dada pelo presidente de El Salvador, Nayib Bukele, e seus apoiadores na Assembleia Legislativa. Os cinco ministros da Sala Constitucional da Corte Suprema de Justiça (CSJ) foram destituídos na primeira sessão legislativa do novo Parlamento – que Bukele possui maioria de dois terços.

“PR de El Salvador Nayib Bukele tem maioria dos parlamentares em seu apoio. Agora, o Congresso destituiu todos os ministros da suprema corte por interferirem no Executivo, tudo constitucional. Juízes julgam casos, se quiserem ditar políticas que saiam às ruas para se elegerem”, escreveu Eduardo em seu perfil no Twitter.

Para o PSOL, “a defesa do golpe na Suprema Corte de El Salvador, insinuando caminho parecido ao Brasil, é mais um capítulo do seu desprezo à democracia”.