Anúncio Advertisement

Quatro novas escolas municipais devem começar a ser construídas neste ano

Dando seguimento ao Projeto de Expansão e Melhoria Educacional da Rede Pública de Manaus (Proemem), o prefeito Arthur Virgílio Neto acompanhou, nesta quinta-feira (24), a equipe de especialistas em infraestrutura do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que está na capital para conhecer quatro áreas onde funcionarão futuras instalações de  Centros Integrados Municipais de Educação (Cimes). As obras devem ser iniciadas ainda este ano.

Durante a visita ao terreno localizado na avenida Comandante José Cruz, no bairro Lagoa Azul, zona Norte da cidade, o prefeito afirmou que apesar de Manaus ter sido em 2016 a cidade com o melhor equilíbrio fiscal, a parceria com o BID foi fundamental para a execução do projeto.

“Agradeço a compreensão do Banco Interamericano de Desenvolvimento sobre a Amazônia e sobre Manaus, porque o verdadeiro desenvolvimento vem da educação. Mesmo sendo, em 2016, a cidade com melhor equilíbrio fiscal e o melhor perfil financeiro, conforme a Federação das Indústrias do Rio de Janeiro, não foi o suficiente para garantirmos os investimentos necessários para a criação de tantas escolas, como as que iremos construir com essa parceria. O melhor resultado é vermos no olhar dos comunitários a certeza que isso abrirá portas para o futuro de seus filhos e netos”, destacou.

Segundo a professora Leila Ribeiro, que faz parte da Associação dos Moradores do Parque Santa Etelvina, as obras são muito esperadas pela comunidade. “Hoje nossas crianças precisam ir para outros bairros para estudar, muitas com dificuldades para o transporte. Com a construção desse complexo educacional vai ser uma maravilha, porque estarão perto de casa.  É mais educação, mais segurança e conforto para todas as famílias”, comemorou a educadora.

A expectativa é de que as obras do Proemem comecem em 2018. Atualmente, esta sendo finalizada a definição do projeto arquitetônico das novas unidades escolares da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Por meio da operação de crédito no valor de US$ 52 milhões, será possível a construção de 11 Cimes, que reunirão na mesma área um Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) e uma escola de Ensino Fundamental, que terão capacidade para atender, aproximadamente,  1,2 mil alunos. Também serão construídas sete creches, que totalizarão 29 novas unidades de ensino.

Segundo a secretária da Semed, Kátia Schweickardt, o Proemem inaugura uma nova fase do ensino oferecido pela rede municipal de ensino de Manaus. “Nós temos desenhado nos últimos dois anos uma nova configuração para o ensino municipal, que é o conceito voltado para a Educação Integral, agora materializado nessas novas estruturas. Vamos trabalhar com o ser humano em todas as suas dimensões e teremos um elo entre os protagonistas da educação – professores e alunos – com a comunidade do entorno da escola, que também são sujeitos educadores”, ressaltou.

As novas estruturas educacionais contarão com salas multiuso, espaços de convivências, mobiliário móvel, áreas integradas com a parte verde das localidades, estimulando o contato com a natureza, respeitando a vegetação existente nos terrenos, tudo para integrar cada vez mais escola e sociedade.

Comitiva do BID

Participaram da visita os especialistas em Infraestrutura Social do BID, Iciar Hidalgo e Marcos Camacho, além de João Marcelo Borges, pela Semed. Os mesmos apoiarão na preparação dos editais das obras, que devem ser lançados ainda este ano. Após a aprovação da proposta arquitetônica, a próxima etapa será a conclusão dos projetos executivos das obras, uma vez que os projetos básicos já estão concluídos. Os mesmos serão enviados para a apreciação e aprovação do BID e, após essa aprovação, terá início a fase de licitação, como explicou o presidente da Unidade Gestora de Projetos do Proemem (UGP – Proemem), André Cabral.

“O processo licitatório será realizado nas regras do BID, pela Comissão Municipal de Licitação. Estamos trabalhando para que o lançamento da licitação ocorra no começo do próximo mês de outubro e que deve durar cerca de 80 dias”, explicou.

Além do bairro Lagoa Azul, a comitiva do BID também esteve no Jorge Teixeira, na zona Leste (rua Mutum de Penacho, ao lado da creche Neide Tomaz Avelino); Gilberto Mestrinho, zona Leste (rua dos Açaizeiros); e no Distrito Industrial (rua Prímula, próximo ao ramal do Brasileirinho).