Queiroga diz que é “milagre” Brasil ter vacina em “tão pouco tempo”

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta segunda-feira (3/5) que é um “milagre” o Brasil ter vacina em “tão pouco tempo”. A referência de tempo é janeiro deste ano, quando foi autorizado o uso do primeiro imunizante no país.

Segundo ele, a recomendação do presidente Jair Bolsonaro é de ampliação da vacinação, e esse tem sido seu foco. Aos representantes da indústria, ele voltou a dizer que a previsão é vacinar todos os brasileiros até o fim do ano. “Isso é absolutamente plausível”.

“Isso é maior que a população de Portugal, da Grécia, de Israel. Mostra o trabalho que o governo tem feito para acelerar nossa campanha de vacinação”.

O ministro também afirmou que o Sistema Único de Saúde (SUS) precisa investir em tratamento intensivo. Para ele, essa deficiência é uma das causas do número elevado de mortes no país.

“Não podemos aceitar que de cada 10 pacientes que estão intubados, oito morram. É por isso que nós temos tantos óbitos, porque a assistência de saúde não dá a resposta que nós esperamos dela”, argumentou.