Quem acha exagero não passa pelas auguras da violência, critica Marina Silva

luiz-castro-mercado-adolfo-lisboa

luiz-castro-mercado-adolfo-lisboa-2“Quem não defende a violência como um todo acha que a luta é um exagero. Isso acontece porque não são eles que passam pelas auguras”. A afirmação é da porta-voz nacional da Rede Sustentabilidade, Marina Silva, ao falar com defensores de crianças e adolescentes em reunião realizada nesta quinta-feira (22), no Comitê 18 de Manaus.

Para ela, aqueles que não compreendem o desamparo de uma criança ou adolescente vítima de um abusador – normalmente de dentro de casa – têm uma profunda indiferença ao ser humano de modo geral.

Marina assinalou que boa parte das políticas públicas podem se inspirar no trabalho de organizações como o Instituto de Assistência a Crianças Santo Antônio (Iacas) que, apesar dos poucos recursos e apoio das autoridades, trabalha com um ‘capital fundamental’: amor e compromisso com a causa.

“É muito bom sabermos que há uma pessoa como Luiz Castro no Amazonas, que tem compromisso no enfrentamento à violência sexual, apoia os Direitos Humanos, a sustentabilidade e o Meio Ambiente. E isso não é discurso de campanha, porque ele trabalha com isso há muito tempo”, salientou a porta-voz.

Marina visita Mercadão e recebe apoio de feirantes

Acompanhada por Luiz Castro, Marina Silva foi ao Mercado Adolpho Lisboa. Eles ouviram as demandas da população, especialmente sobre empreendedorismo e turismo, e receberam o apoio dos feirantes.

“O turista, ao chegar na capital, fica apenas por um dia, levando seu dinheiro para outras cidades. Temos o compromisso de promover a integração do circuito cultural e turístico de Manaus, com ênfase em atrativos como prédios históricos, atividades artísticas, eventos culturais e científicos, culinária e artesanato, entre outros. Nosso objetivo é de atrair turistas que permaneçam na cidade por um período maior”, assinalou Luiz Castro.

Texto e fotos: Assessoria do candidato