Quem vai dar jeito no Chico Doido?

Se alguém colocar o pseudônimo político – Chico Doido – utilizado pelo prefeito de Iranduba, Francisco Gomes, na área de pesquisa do Radar vai achar uma lista infindável de matérias onde ele aparece como denunciado ou investigado pelas mais diversas irregularidades na gestão do dinheiro público.

Quem pode achar normalidade no fato de um prefeito deixar de pagar a conta de energia elétrica da feira da cidade, prejudicando os cidadãos do município que ganham o sustento de suas famílias naquela área comercial? Beira o inacreditável um prefeito desativar uma escola municipal e mandar despejar as crianças que estudam naquele local em pleno período escolar, né mesmo? É coisa de doido mesmo o que acontece em Iranduba, uma cidade que está um caos.

A ruas da cidade estão que é só buraco e a escuridão por falta de iluminação pública tomou conta dos bairros de Iranduba, facilitando a ação de marginais e o aumento da violência.

Uma inspeção do Ministério Público Federal (MPF) feita em setembro deste ano comprovou o que já se sabia. Chico Doido não tem a educação como prioridade e as crianças daquele município são tratadas com descaso e desrespeito. Nas escolas foi encontrada quase nenhuma merenda escolar e alimentação de péssima qualidade para os estudantes de Iranduba. Na saúde a situação não é diferente já que faltam até remédios básicos nas unidades de saúde.

As ações contra Chico Doido no Ministério Público Federal (MPF) por mau uso de verbas federais, como por exemplo do Fundeb, se reptem ano após ano. Tanto ano passado quanto este ano, o MPF instaurou inquéritos para apurar supostos desvios de verbas do Fundeb.

Mas os anos passam e 2020 está batendo na porta com novas eleições. Assim como em outros casos de desvairados que mandam e desmandam nos municípios do interior do Estado, Chico Doido vai se perpetuando na vida pública sem que ninguém dê jeito de livrar o povo indefeso de seus desmandos.