“Quero encontrar meu filho, mesmo que esteja morto”, diz pai de adolescente desaparecido

Erick Luan Nascimento de Souza

erick 1

Seu nome é Erick Luan Nascimento de Souza, de 17 anos, e ele está desaparecido há nove meses. Os pais de Erick receberam denúncias pelo telefone de que o filho teria sido assassinado e seu corpo estaria enterrado em um matagal localizado na rua 205, do bairro Nova Cidade, Zona Norte de Manaus. Policiais Civis lotados na Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), coordenados pela Delegada Titular, Linda Gláucia de Moraes, e pelo Delegado Adjunto Rafael Allemand, com o apoio do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (FERA), Corpo de Bombeiros e  Canil da Polícia Militar, começaram as buscas, ontem pela manhã (13), para tentar encontrar o corpo do rapaz que está desaparecido desde o último dia 23 de setembro.

“As equipes de buscas realizaram varredura no local, mas não encontraram indícios de que o corpo do adolescente estaria no lugar”, declarou a Titular da DEPCA.Os pais de Erick acompanharam todo o trabalho realizado na manhã de hoje. “Recebemos várias ligações anônimas informando lugares onde o corpo do nosso filho possivelmente estaria enterrado. Como pai, eu quero encontrar meu filho, mesmo que esteja morto”, disse o pai do desaparecido, José Ernandes Silva.

A Delegada Titular da DEPCA, Linda Gláucia, solicita a participação da sociedade para ajudar a encontrar o adolescente. Quem tiver informações sobre o caso, entrar em contato com os servidores da DEPCA pelo número de telefone (92) 3656-8575. A Polícia Civil assegura o sigilo da identidade dos informantes.