Rebecca Garcia visita municípios e expõe prioridades

Neste final de semana, Rebecca Garcia visitou vários municípios do Interior do Amazonas: Borba, Manicoré, Apuí, Humaitá, Boca do Acre, Lábrea, Canutama e Tapauá. Percorrendo as calhas do Madeira e do Purus, no Sul do Estado, a candidata da coligação “Coragem para renovar” enfatizou seu compromisso de levar para o governo do Amazonas uma gestão técnica, séria e transparente, centrada no corte do desperdício, no planejamento e no monitoramento de metas e resultados.

Rebecca também deu destaque a medidas efetivas de estímulo à atividade econômica do interior do Estado, de modo a enfrentar a grande concentração de empregos e geração de renda que se vive hoje: “A maior prova de que os programas de governos anteriores para promover o desenvolvimento regional funcionaram mais como peça de propaganda do que como indutores do crescimento que precisamos é o fato de que ainda hoje 95% do ICMS do Amazonas é recolhido em Manaus. Esse cenário tem que mudar de verdade. Com planejamento e determinação, vamos gerar emprego e renda para otimizar a vida do amazonense do interior”.

Dentre as ações imediatas apontadas por Rebecca Garcia está a descentralização da aquisição do fardamento escolar, a ampliação da aquisição da merenda escolar de produtores locais e uma firme política de atração de investimentos para o estabelecimento de cadeias produtivas a partir dos produtos extraídos nas várias regiões do Estado. “Vamos estimular processos de produção que agreguem valor aos nossos produtos. Não faz nenhum sentido que o couro do pirarucu seja enviado para processamento no Sul e Sudeste do País, ou que o estanho extraído do Pitinga seja transformado em solda numa fábrica de São Paulo, para depois ser adquirido pelo Polo Industrial de Manaus, que usa a solda nas suas linhas de montagem. Vamos garantir que as riquezas do Amazonas gerem emprego e renda para os amazonenses”, esclarece a candidata.

Rebecca também assumiu o compromisso de dar início à estruturação de oito polos regionais de saúde, para garantir que exames e procedimentos de média complexidade, assim como serviços de obstetrícia, diagnóstico e atendimento a casos de câncer em estágio inicial e menos agressivo sejam realizados no interior do Amazonas, evitando tanto o deslocamento sofrido dos pacientes para Manaus, quanto a sobrecarga dos serviços da capital. “Com gestão eficiente vamos fazer frente às demandas reprimidas da Saúde e garantir, por exemplo, uma ala de maternidade com 12 leitos em Humaitá. Não adianta dizer que tem carinho. É preciso ter atitude e fazer. E fazer de um jeito diferente do que não deu certo no passado. Não se chega a novos resultados fazendo as coisas do mesmo jeito”, afirmou Rebecca Garcia.

Em Boca do Acre e Lábrea, a maior demanda apresentada pela população foi a garantia de água nas torneiras das casas. A candidata do Partido Progressista afirmou que dará andamento ao projeto da estação de tratamento de águas, estabelecendo metas e prazos para permitir que o problema do abastecimento d´água nesses municípios seja resolvido. Com relação à moradia, o compromisso da candidata é trabalhar para destravar as 10 mil casas do programa Minha Casa, Minha Vida, já aprovados para o Amazonas. Segundo Rebecca: “Muitas vezes os recursos já estão aprovados no Governo Federal, mas os municípios têm pendências de cadastro ou não têm condições técnicas para elaborar e executar os projetos. O Governo do Estado precisa dar apoio técnico para que essas casas saiam do papel e se transformem no sonho realizado das famíliasamazonenses”.

Foto: Divulgação

Assessoria de Comunicação

Esta matéria é de total responsabilidade do candidato