Recursos federais estão sendo desbloqueados após procuradoria de Coari apresentar 33 notícias crimes

adail 17 2

Recursos federais de programas de diversas áreas, como por exemplo educação e saúde, estão sendo desbloqueados apenas porque a Procuradoria do município de Coari, já apresentou 33 notícias crimes contra o ex-prefeito, cassado e preso, Adail Pinheiro. Em Brasília, onde está o prefeito Raimundo Magalhães e o corpo técnico e jurídico da Prefeitura de Coari, foram apresentadas mais cinco notícias crimes. Todas elas, são por ausência de prestação de contas e outras irregularidades constatadas em repasses financeiros do Governo Federal.

As Notícias crimes são ferramentas jurídicas preparatórias para que o Ministério Público inicie Ação Penal buscando a responsabilização de alguém. No caso, ex-gestores que praticaram ato de improbidade administrativa que causa lesão ao erário.

A maior parte das notícias crimes são embasadas em informações dos próprios Ministérios, algumas destas já confirmadas em condenações de Adail Pinheiro é no Tribunal de contas da União e do Estado do Amazonas, nas quais informa que o detento deverá  devolver aos Cofres da União mais de R$ 100 milhões.

Adail Pinheiro não comprovou o uso do dinheiro público, tendo deixado de construir 07 (sete) creches, 04 (quatro) quadras de esportes, escolas, 11 (onze) unidades básicas de saúde, 01 (uma) Unidade Básica de Saúde Fluvial e vários outros investimentos, apesar de ter recebido os recursos.