Reforma de 16 estações de ônibus trará modernidade e eficiência à mobilidade urbana de Manaus

Foto: Marinho Ramos / Semcom

Com o objetivo de trazer modernidade e eficiência à mobilidade urbana de Manaus, 16 estações de embarque e desembarque de passageiros do transporte público serão reformadas pela Prefeitura. As melhorias abrangem as avenidas Constantino Nery, Torquato Tapajós e Max Teixeira, e seguirão o padrão arquitetônico da estação do complexo viário Ministro Roberto Campos.

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, afirma que a estrutura dessas estações dará maior comodidade e respeito a quem utiliza ônibus, e irá se integrar a tudo o que está sendo feito para equilibrar os meios de ir e vir das pessoas.

“A belíssima e completa estação de ônibus do complexo viário Ministro Roberto Campos, na Constantino Nery, vai servir de espelho para darmos continuidade à modernização da mobilidade urbana de Manaus, principalmente o que envolve o transporte público”, destacou.

O valor das obras é de R$ 6,2 milhões e será executado pela vencedora do processo licitatório, a construtora Rio Negro, conforme extrato publicado no Diário Oficial do Município, nº 4.935, desta segunda-feira, 28/9.

As obras estão sob a coordenação da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), com acompanhamento do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU).

O projeto arquitetônico das plataformas seguirá o padrão das quatro estações de transferência, sendo três em construção e uma que já foi entregue, a do São Jorge.

Os espaços contarão com estrutura e laje em concreto, com cobertura em telha metálica e pilares em ACM (Material de Alumínio Composto) e piso em concreto com revestimento em granilite, além de acessibilidade, como sistema de sinalização em braile, piso tátil, rampas de acesso, entre outros.

As reformas das 16 plataformas complementam o pacote de obras realizado pela Prefeitura de Manaus na mobilidade urbana da cidade, que compõem os complexos viários Ministro Roberto Campos, na Constantino Nery, e o Professora Isabel Victoria, no Manoa.

Os complexos viários contemplam novas estações de transferência, a construção das estações Max Teixeira, Arena e Santos Dumont, além das obras nos Terminais 1 e 6, no Lago Azul, zona Norte, e reformas dos Terminais 3 e 4, previstas para serem entregues até o final deste ano.